• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

De Guarapari, Rosana Pinheiro tem candidatura indeferida

  • COMPARTILHE
Política

De Guarapari, Rosana Pinheiro tem candidatura indeferida

A candidata pelo PSD à Câmara Federal declarou que existe a possibilidade de recurso, mas o próximo passo será decidido junto ao partido.

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade

A Justiça Eleitoral indeferiu a candidatura de Rosana Pinheiro (PSD) para o cargo de deputado federal. A decisão, que já consta no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e cabe recurso, segundo a própria candidata, foi tomada após contestação do Ministério Publico Eleitoral (MPE) por não desincompatibilização, ou seja, não cumpriu o prazo para deixar de exercer cargo público para tentar o pleito eleitoral. Em vídeo, Rosana se posiciona sobre o caso:

Deferido

Enquanto isso, Maria Helena Netto, do PPS, que também teve a candidatura impugnada pelo MPE, porém por ausência de filiação partidária, foi liberada para concorrer a uma vaga na Câmara Federal e declarou, em nota, que a justiça foi feita:

“Tomei a decisão mais difícil da minha vida, colocar meu nome na política. Amo meu país, sou brasileira com muito orgulho. Não posso me acovardar diante da corrupção que assola minha Pátria. A aceitação do meu nome pelo povo de Guarapari acabou por despertar a força do mal que, imediatamente, movido pelo desejo de perseguir e prejudicar, motivou uma denúncia infundada contra mim, originando na solicitação de impugnação da minha candidatura. Porém, o bem sempre vence. O meu desejo de trabalhar pelo povo não será interrompido”.

Aguardando julgamento

Já Wendel Lima (PTB), candidato a deputado estadual, está confiante. Ele teve candidatura contestada por ausência de filiação partidária no TRE, em uma ação de autoria do deputado estadual Enivaldo dos Anjos, do PSD, antigo partido dele. A decisão ainda não foi dada, mas, segundo Wendel o posicionamento do MPE deve ser encaminhado à Justiça eleitoral nos próximos para a votação final. “A relatora do meu caso já enviou para o MPE que já se manifestou totalmente favorável a minha candidatura, mostrando a improcedência da denúncia feita pelo nobre deputado”, comentou.

Justiça Eleitoral tem até o dia 17 deste mês para decidir quais candidaturas serão ou não impedidas de fato. Vale destacar que em uma candidatura impugnada/contestada, o candidato ainda pode fazer campanha até que a decisão se ele vai ou não às urnas seja dada definitivamente.