Projeto de Lei pode deixar cerveja artesanal mais barata no Espírito Santo

O projeto vale para as cervejarias artesanais do Estado. Com a diminuição dos custos, os produtores esperam um produto mais competitivo e mais adequado ao valor praticado em outros estados

 Versão para impressão  
Durante o evento de assinatura, as cervejarias levaram alguns produtos até o gabinete do governador
Foto: Iures Wagmaker

Um projeto de lei que prevê a redução do valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) das Cervejas Artesanais no Espírito Santo foi assinado na manhã desta terça-feira (16), pelo governador Paulo Hartung. O objetivo da medida é garantir a competitividade do setor cervejeiro do Estado e ampliar a geração de emprego e renda na cadeia produtiva.

A iniciativa vale para as cervejarias artesanais capixabas, que agora terão uma tributação mais adequada com o praticado em outros Estados. Com a diminuição dos custos, os produtores esperam ter um produto mais competitivo.

Durante a assinatura, estiveram presentes o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, o secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, o secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, representantes da Associação dos Cervejeiros Artesanais do Espírito Santo (Acerva-ES) e do Sindicato da Indústria de bebidas em geral do Estado do Espírito Santo (Sindibebidas).

De acordo com os representantes da Acerva, este é um passo pequeno a nível de imposto, mas muito grande para o crescimento da cerveja artesanal. " A cerveja artesanal não é uma bebida simples. Ela traz cultura e potencial de turismo junto com ela. Quanto temos a cerveja artesanal, temos a inclusão de muito mais coisas para as pessoas conhecerem".

Aos cervejeiros presentes, Hartung salientou que esse tipo de incentivo é preciso para que haja uma superação da crise econômica. "Precisamos de gente com coragem e com capacidade de empreender e é isso que vocês estão fazendo com muito talento", disse.

Agora o projeto inicia tramitação na Assembleia Legislativa. O relator da matéria será o deputado Doutor Hércules, que possui identidade com o tema. “Nosso objetivo foi encontrar um caminho para conceder incentivos para essa cadeia que impulsiona a cultura, o turismo e dobra de tamanho todo ano. Com a nova alíquota, o ICMS pago pelos produtores artesanais diminui de 27% para 12%. Isso vai deixar as cervejas artesanais capixabas mais competitivas nas prateleiras”, explica o deputado.

Atualmente no Espírito Santo existem seis cervejarias artesanais devidamente registradas no Ministério da Agricultura. O número de 'hobbistas', que são aqueles que produzem a cerveja como hobbie, somam aproximadamente 600 no Estado.

TAGs

  • cerveja artesanal
  • hartung
  • projeto de lei
 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016