Coreia do Norte liga ameaças nucleares à política hostil dos EUA

 Versão para impressão  

O embaixador da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim Ryong, disse que o país fortalecerá rapidamente sua capacidade de ataque nuclear caso os Estados Unidos mantenham sua "política hostil" em relação ao país.

Ryong também descartou as alegações de que a Coreia do Norte estava por trás dos recentes ataques hackers globais, chamando as afirmações de "ridículas". Segundo ele, "sempre que algo estranho acontece, é o estereótipo dos EUA e das forças hostis" lançar uma campanha ligando a Pyongyang.

Em uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, Ryong afirmou que se o governo de Donald Trump deseja a paz na Península Coreana, ele deve substituir o acordo do armistício da Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953, por um acordo de paz e suspender sua política contrária a Pyongyang. Fonte: Associated Press.

 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016