Deputados do ES votam projeto para aumentar licença-paternidade de servidores

Projeto de lei encaminhado pelo Governo do Estado a Assembleia pretende aumentar para 20 dias a licença de servidores públicos capixabas. Período atual é de cinco dias.

 Versão para impressão  
assembleia-legislativa-55fa01a6e1
Para ser aprovado na Assembleia, projeto precisa de 16 votos favoráveis. Foto: ​Divulgação

Os deputados capixabas devem votar ainda nesta semana o projeto de lei que aumenta para 20 dias a licença-paternidade para os servidores públicos do Espírito Santo.

Encaminhada a Casa pelo Governo do Estado, a medida foi lida em Plenário nesta segunda-feira (20) e deve entrar na pauta de votação até a última Sessão da semana, que acontece na quarta-feira.

Apesar de só precisar de 16 votos para ser aprovado na Casa, o projeto deve passar com votação unânime, segundo o deputado Enivaldo dos Anjos. “Creio que o projeto seja aprovado pelos 30 deputados, afinal esse é um direito do trabalhador, que precisa acompanhar e colaborar com a mulher nesses primeiros dias da criança”, revela.

O deputado, que no ano passado protocolou um projeto similar, acredita que o período é fundamental para toda a família. “Os estudos que são feitos com relação a paternidade indicam que os pais precisam de, no mínimo, 20 dias de acompanhamento com a criança e com a mãe. Isso fortalece a relação entre os pais e do pai com a criança”, completa.

Caso seja aprovado pelos deputados, o projeto volta as mãos do governador para sancioná-lo, antes de entrar em vigor. 

TAGs

  • assembleia legislativa
  • licença-paternidade
  • maternidade
  • política
  • servidores
 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016