• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Assessor chinês reitera em Davos que Pequim vai descolar yuan do dólar

Economia

Assessor chinês reitera em Davos que Pequim vai descolar yuan do dólar

Davos - A China planeja de fato descolar o yuan do dólar, segundo Fang Xinghai, um assessor econômico sênior da liderança chinesa.

Há vários anos, o governo chinês atrela o valor do yuan ao do dólar, mas o PBoC (o BC da China) sinalizou em dezembro que deve acabar com esse sistema e passar a administrar a moeda chinesa em relação a uma cesta de 13 moedas.

No entanto, após o recente período de turbulência nos mercados chineses - que foi parcialmente causado pela forte desvalorização do yuan -, investidores e formuladores de política ao redor do mundo passaram a expressar dúvidas em relação à política cambial da China.

"É sério nosso plano de utilizar a cesta", disse Fang, durante painel de debate organizado pelo Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. "É uma estratégia que já foi decidida."

Segundo Fang, que é diretor-geral do Escritório do Grupo Central para Questões Financeiras e Econômicas, "ainda há o que ser feito" no que diz respeito ao ajuste do yuan frente ao dólar. "Assim que terminarmos, o yuan se estabilizará novamente", disse, acrescentando que uma forte depreciação da divisa chinesa "não é do interesse da China".

No mesmo painel, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, apelou ao governo chinês que melhore sua comunicação sobre as mudanças no regime cambial.

"Em meio à grande transição, existe um problema de comunicação", comentou Lagarde. "Uma comunicação melhor certamente ajudará a transição."

Em resposta à fala de Lagarde, Fang admitiu que a China precisa melhorar nesse sentido. "E estamos aprendendo a fazer isso. Estou aqui para comunicar", concluiu. Fonte: Dow Jones Newswires.