• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Juros altos pesam a balança a favor da locação de imóveis

Economia

Juros altos pesam a balança a favor da locação de imóveis

Momento econômico faz a opção de morar de aluguel interessante para fugir dos altos juros para financiamento da casa própria

o consumidor precisa colocar na balança todos os prós e contras antes de comprar um imóvel financiado Foto: R7

O ano de 2016 tem sido desafiador para a população brasileira. Um cenário econômico e político de incertezas está deixando o mercado instável com impactos diretos nos juros, sejam do cheque especial, do cartão de crédito e até da casa própria. Com isso, o consumidor precisa colocar na balança todos os prós e contras antes de comprar um imóvel financiado ou alugar para evitar prejuízos no futuro.

Para aqueles que possuem um planejamento bem rígido e já contam com o dinheiro guardado, este pode ser o momento certo para comprar um imóvel, pois o poder de negociação está maior e o cliente pode fechar bons negócios. Mas aqueles que dependerão de financiamento de construtoras ou bancos precisam fazer contas para avaliar se vale mesmo à pena ou se é melhor esperar. Por isso, pesar todas as possibilidades é crucial para garantir um negócio sadio e evitar um financiamento arriscado por um longo período de tempo.

“Por isso, a locação de imóveis se torna vantajosa porque a pessoa não se descapitaliza e pode escolher melhor o investimento. Mas se o recurso financeiro que ele tem permite uma compra à vista, aí sim, vale a pena negociar”, orienta Charles Bitencourt, diretor comercial da Betha Espaço.

Para descobrir se vale mais a pena, faça a seguinte matemática: imagine que está interessado por um imóvel de 350 mil, e já tenha esse dinheiro disponível. Se não fosse comprá-lo, pagaria um aluguel de cerca de 1500 reais. Divida o valor do aluguel pelo valor do imóvel e terá uma taxa de 0,4%. Em aplicações financeiras é possível ter um retorno de 0,9% a 1% ao mês. Ou seja, o dinheiro aplicado renderia mais do que se fosse utilizado para comprar a casa própria.

Do ponto de vista financeiro, é vantagem comprar um imóvel atualmente se a taxa de aluguel ficar acima do que se receberia em aplicações de renda fixa. “Em resumo, cada caso é um caso. Por isso é importante avaliar as possibilidades e contar com a ajuda da imobiliária, que pode dar a orientação adequada à cada situação, para que o cliente possa fechar o melhor negócio”, finaliza Charles.