• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Marina Ruy Barbosa assume que ficou mexida ao ser apontada como pivô da separação de Débora Nascimento e José Loreto

Entretenimento

Marina Ruy Barbosa assume que ficou mexida ao ser apontada como pivô da separação de Débora Nascimento e José Loreto

Em entrevista ao colunista Leo Dias, a atriz contou que não entendeu o motivo de ter sido envolvida no divórcio dos atores, já que, particularmente, não teria motivos para participar de uma traição.

Foto: Reprodução

Marina Ruy Barbosa voltou a falar da polêmica em torno da separação de Débora Nascimento e José Loreto, onde foi apontada como o pivô da história. Em entrevista ao colunista Leo Dias, a atriz contou que não entendeu o motivo de ter sido envolvida no divórcio dos atores, já que, particularmente, não teria motivos para participar de uma traição.

- Da minha vida sempre esteve tudo certo. Tenho um casamento incrível, meu marido é incrível. Isso em nenhum momento tinha mudado. Sempre zelei muito pela minha privacidade, não sou de expor minha vida de uma forma absurda.

Sobre as pessoas que deixaram de segui-la nas redes sociais logo após a notícia do divórcio de Débora e Loreto, Marina disse o seguinte:

- Não sei. Não tenho nada a dizer sobre isso. Óbvio que certas coisas mexem com a gente, mexem com o nosso psicológico. Qualquer um ficaria mexido. [...] Minha consciência sempre esteve tranquila. Às vezes as pessoas tomam atitudes precipitadas. Não posso entrar na cabeça das pessoas e entender todos os sentimentos que as pessoas têm. Não tenho nenhuma mágoa, está tudo bem. Obviamente fiquei mexida com a situação toda, é impossível não ficar. Mas estou frágil e sou forte.

A artista ainda falou sobre o reencontro com Loreto no set, logo após toda a polêmica. Marina também citou o fato do ator não defendê-la publicamente, já que ele poderia ter desmentido o envolvimento dos dois.

- Eu não vou deixar nada nunca atrapalhar meu trabalho. Cada um fala e se posiciona da forma como deve se posicionar. Eu só posso me responsabilizar pelos meus atos, pelo que eu falo.

Por fim, a atriz disse que não se enxerga como vítima, mas admite que sofreu uma parcela de culpa por conta da sociedade patriarcal que vivemos.

- Eu não gosto de me colocar nessa situação. A gente vive numa sociedade muito machista que tende a colocar as mulheres como vilãs sempre.