• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mostra 'Picasso e a modernidade espanhola' chega ao Rio

Entretenimento

Mostra 'Picasso e a modernidade espanhola' chega ao Rio

São Paulo - Depois de atrair 200 mil pessoas na temporada paulista, a exposição Picasso e a modernidade espanhola será aberta ao público no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio nesta quarta-feira, 24.

A mostra tem 90 obras do pintor nascido em Málaga e de outros grandes nomes da arte espanhola, como Miró, Salvador Dalí, Juan Gris, Julio González e Óscar Dominguez, do acervo do Museu Rainha Sofia, de Madri. Entre os destaques, está uma área dedicada ao caminho iconográfico que levou à obra-prima Guernica, inclusive alguns esboços para o painel que retrata o terror da guerra civil espanhola e o bombardeio das forças nazistas, aliadas do ditador Francisco Franco, à cidadezinha de Guernica, em 1937.

"A exposição esteve em Florença, em São Paulo, mas foi no Rio que encontrou seu melhor ambiente. E não digo isso porque estou aqui", elogiou o curador, Eugenio Carmona, professor de História da Arte da Universidade de Málaga, durante visita guiada para convidados no domingo, 21.

Segundo Carmona, no espaço do CCBB carioca foi possível agrupar as obras que têm relação entre si, como na primeira sala, em que a o tema do artista pintando uma modelo dialoga com águas fortes e outros trabalhos que tratam da figura da modelo. "Picasso, quando pintava, não produzia uma só obra, mas constelações", disse Carmona. Estão em exposição, entre outras obras, Cabeça de mulher (1910), Busto e paleta (1932) e Retrato de Dora Maar (1939).

"Picasso e os artistas espanhóis tiveram papel decisivo na criação e nas definições da arte moderna internacional, e esta exposição pretende propor um encontro com as mais singulares contribuições desses criadores a partir dos fundamentos estéticos que configuraram as experiências espanholas no período", diz a apresentação da mostra.

Oito desenhos que não foram apresentados na temporada paulista passam a compor a exposição, que vai até 7 de setembro.