• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mostra de cinema no Sesc Glória exibe e discute clássicos de Kurosawa

Entretenimento

Mostra de cinema no Sesc Glória exibe e discute clássicos de Kurosawa

A “Mostra de Cinema Jidaegeki - Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal”, acontece entre os dias 03 a 28 de junho, com apresentação de importantes filmes do diretor

Uma viagem ao Japão está programada para acontecer, no Centro Cultural Sesc Glória, de 03 a 28 de junho, durante a “Mostra de Cinema Jidaegeki - Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal” com a exibição de filmes do diretor Akira Kurosawa. Drama, aventura e ação estarão em cartaz no período. A abertura do evento será, no sábado (03), a partir das 16h30, com performance, encontro vocal, cortejo, exibição de filme e palestra sobre literatura. A entrada é gratuita.

Para participar da programação do evento de abertura, os interessados devem retirar os ingressos na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória, em Vitória, com antecedência, pois a sala de cinema tem capacidade para 80 pessoas.

Durante a abertura, às 16h30, um encontro do canto tradicional e contemporâneo japonês com a dança Butoh vai recriar o clima oriental com a apresentação do Grupo de Vozes Sainohira com músicas clássicas japonesas, canções tradicionais e populares e temas de animé, à capela – sem instrumentos musicais. Junto a música, teremos a performance “Mal encanardo” e o dançarino com Felipe Mourad. 

Já às 18h30 está programada a exibição do filme “Rashomon”, na sala de cinema. O drama com classificação 14 anos anos, retrata o Japão, século XI, quando durante uma forte tempestade, um lenhador, um sacerdote e um camponês procuram refúgio nas ruínas de pedra do Portão de Rashomon. O filme permanecerá em exibição nas datas: 03, 07, 08, 16, 20, 22 e 25, às 18h, no dia 10, às 18h20 e no dia 18, às 14horas.

Para encerrar a programação de abertura da mostra de cinema, a professora Madalena Hashimoto vai ministrar palestra, às 20 horas, com o tema “Japão: Literatura e Cinema (Bungei Eiga). Serão discutidas as relações entre a escrita e a imagem no Japão, após o advento do cinematógrafo. No tocante a Kurosawa Akira, ver-se-ão aspectos literários de Akutagawa no filme Rashōmon, a interpretação jidaigeki em Os Sete Samurais, a apropriação de Shakespeare em Trono Manchado de Sangue.

Filmes

A mostra é composta por seis filmes dirigidos pelo diretor Akira Kurosawa. Dono de um apurado senso de narrativa cinematográfica, aliado a um rigoroso olhar estético, trata-se de um cineasta dos mais importantes da história da sétima arte. Muito da história japonesa, sua organização social e cultural foi colocada em evidência pelo cinema a partir de filmes como “Rashomon” (1950) e “Os Sete Samurais” (1954).

Além dos títulos citados, a mostra contará com “O Trono Manchado de Sangue” (1957), a “Fortaleza Escondida” (1958), “Yojimbo” (1961) e “Sanjuro” (1962), que expressam o período de maturidade artística do cineasta e homem das artes. Seus filmes foram importantes agentes de difusão da cultura nipônica em todo o mundo, chegando até a influenciar grandes sucessos ocidentais. Os filmes destacados serão exibidos em sessões determinadas durante o mês de junho.

Sessões infantis

O público infantil também será contemplado com três animações, tendo a direção de Isao Takahata, Hayao Miyazaki e Hiroasa Yonebayashi. “O Conto da princesa Kaguya”, de Isao Takahata, classificação livre é uma animação baseada no conto popular japonês "O corte do bambu". Em cartaz nos dias 04, 17 e 25, às 14h30.

Já “Meu amigo Totoro”, de Hayao Miyazaki, com classificação livre, contará a história de Satsuki e Mei que vão morar no interior para ficarem mais próximas da mãe, que está internada em um hospital. Porém a árvore de cânfora ao lado é a moradia do curioso ser batizado de Totoro. O filme será exibido nos dias 03, 11 e 24, às 14h30.

Nos subúrbios de Tóquio, sob o assoalho de uma casa velha, Arrietty vive em seu minúsculo mundo com a família, fazendo de tudo para manter em segredo a existência de todos. Sobrevivendo como pequenos ladrões, eles conhecem as regras para que nunca sejam percebidos pelos verdadeiros - e grandes - donos da casa. Esta é a trama principal do “O Mundo dos Pequeninos”, de Hiromasa Yonebayashi. As sessões serão nos dias 10 e 18/06, às 14h30, dublado.

Programação dos filmes:

Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa
Aventura/Drama/Ação, Japão, 1956, 202’, legendado
Classificação: 12 anos
No século XVI, durante a era Sengoku, quando os poderosos samurais de outrora estavam com os dias contados pois eram agora desprezados pelos seus aristocráticos senhores (samurais sem mestre eram chamados de "ronin"). Kambei (Takashi Shimura), um guerreiro veterano sem dinheiro, chega em uma aldeia indefesa que foi saqueada repetidamente por ladrões assassinos. Os moradores do vilarejo pedem sua ajuda, fazendo com que Kambei recrute seis outros ronins, que concordam em ensinar os habitantes como devem se defender em troca de comida. Os aldeões dão boas-vindas aos guerreiros e algumas relações começam. Katsushiro (Ko Kimura) se apaixona por uma das mulheres locais, embora os outros ronins mantenham distância dos camponeses. O último dos guerreiros que chega é Kikuchio (Toshiro Mifune), que finge estar qualificado mas na realidade é o filho de um camponês que almeja aceitação. Em cartaz nos dias: 07, 08, 11, 16, 20, 22 e 25/06, às 17h40 e no dia 10/06, às 14h.

Rashomon, de Akira Kurosawa
Drama, Japão, 1950, 88’, legendado
Classificação: 14 anos
Japão, século XI. Durante uma forte tempestade, um lenhador (Takashi Shimura), um sacerdote (Minoru Chiaki) e um camponês (Kichijiro Ueda) procuram refúgio nas ruínas de pedra do Portão de Rashomon. O sacerdote diz os detalhes de um julgamento que testemunhou, envolvendo o estupro de Masako (Machiko Kyô) e o assassinato do marido dela, Takehiro (Masayuki Mori), um samurai. Em flashback é mostrado o julgamento do bandido Tajomaru (Toshirô Mifune), onde acontecem quatro testemunhos, inclusive de Takehiro através de um médium. Cada um é uma "verdade", que entra em conflito com os outros. Em cartaz nos dias: 03, 07, 08, 16, 20, 22 e 25/06, às 18h; 10/06, às 18h20;18/06, às 14h

Sanjuro, de Akira Kurosawa
Ação/Drama, Japão, 1962, 136’, legendado
Classificação: 16 anos
Um grupo de jovens idealistas, determinados a limpar a cidade deles da corrupção, são auxiliados por um samurai cínico e desalinhado, que não se encaixa no conceito de um nobre guerreiro para os jovens. Em cartaz nos dias: 25/06, às 14h; 04, 09, 13, 17, 21, 23 e 27/06, às 18h20.

Trono Manchado de Sangue, de Akira Kurosawa
Drama, Japão, 1957, 110’, legendado
Yoshiteru Miki (Akira Kubo) e Taketori Washizu (Toshirô Mifune) são os comandantes do primeiro e do segundo castelo de um reino local, cuja sede fica no Castelo das Teias de Aranha. Após defenderem seu senhor em batalha, eles estão retornando para casa quando encontram um espírito que prediz o futuro de ambos. Ele diz que Washizu em breve assumirá o trono e que o filho de Miki, Yoshaki (Minoru Chiaki), o sucederá. Ao retornar para casa, Washizu comenta a predição com a esposa, lady Asaji (Isuzu Yamada). Ela acredita no que o espírito disse e incentiva o marido a agir quando o atual rei chega em seu castelo, para passar a noite. Em cartaz nos dias: 04/06, às 14h; 06, 10, 14, 18, 24 e 28/06, às 18h.

 Yojimbo, de Akira Kurosawa
Ação/Drama, Japão, 1963, 110’, legendado
Classificação: 16 anos
No Japão do século XIX, Sanjuro (Toshirô Mifune), um samurai errante, entra em uma pequena cidade rural. Ao descobrir pelo estalajadeiro que a cidade é dividida em duas gangues, Sanjoro coloca os dois lados em confronto, mas quando Unosuke (Tatsuya Nakadai), filho de um dos bandidos, chega à cidade com um revólver os esforços de Sanjuro ficam difíceis e ele sai da cidade. Porém, ao descobrir que Unosuke sequestrou o estalajadeiro, o samurai retorna a cidade para confrontá-lo. Em cartaz nos dias: 06, 14, 18, 24 e 28/06, às 18h20; 11/06, às 18h e 17/06, às 14h.

Serviço

Mostra de Cinema “Mostra de Cinema Jidaegeki -  Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal”
Data: De 03 a 28 de junho
Local: Centro Cultural Sesc Glória
Entrada gratuita.