• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Maiara e Maraisa falam sobre cenário do sertanejo em 2016

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Maiara e Maraisa falam sobre cenário do sertanejo em 2016

Em entrevista para o R7, as cantoras falaram sobre o cenário favorável às mulheres no sertanejo. De acordo com Maiara, não se trata apenas de momento

A dupla atinge uma média de 25 shows por dia Foto: Reprodução/Instagram

Maiara e Maraisa se consolidaram no mundo da música sertaneja em 2016. As irmãs aproveitaram o bom momento para gravar o segundo DVD da carreira, com uma megaprodução, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Em entrevista para o R7, as cantoras falaram sobre o cenário favorável às mulheres no sertanejo. De acordo com Maiara, não se trata apenas de momento.

— O trabalho de Maiara e Maraisa e de Marília Mendonça fez toda a diferença para o mercado de sertanejo feminino, com toda a certeza. Temos uma mulherada forte aí agora. Se Deus quiser, vamos nos fortalecer mais. Não vai ser só um momento as mulheres no sertanejo.

Humilde, Maiara creditou o boom das mulheres no sertanejo à amiga Marília Mendonça.

— A Marília é um fenômeno em todo o Brasil, a gente tem uma amizade muito grande. Foi um ano de vitórias para todas as mulheres. Deus abençoou muito. Vi uma foto de três anos atrás nossa, ainda tentando compor as músicas, tentando fazer as coisas acontecerem e agora estamos aí.

Com uma média de 25 shows por mês, as gêmeas chegam a fazer mais de uma apresentação por dia. De acordo com Maraisa, o esforço é para ficar mais perto dos fãs e não por dinheiro.

— As pessoas acham que a gente faz mais de um show por dia para ganhar dinheiro, mas é uma loucura isso. Porque, pra gente chegar lá, deixo o dinheiro todinho, porque tem que ir com um jatinho. É sempre para ficar mais perto das pessoas. A gente faz o máximo de compromissos que dá que é para ficar perto das pessoas.

Em setembro deste ano, as duas enfrentaram um contratempo antes da apresentação no Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Elas tinham dois shows no mesmo dia e, devido a uma forte chuva, atrasaram para a apresentação em SBC. A banda demorou mais ainda para chegar e, com isso, o show completo começou com mais de duas horas de atraso. Enquanto a banda não chegava, elas fizeram uma performance apenas com voz e violão. Maiara esclareceu o que aconteceu no dia e ainda garantiu que elas já têm uma nova data de apresentação.

— Sempre foi um sonho tocar lá no Estância. A gente leva muito a sério tudo o que a gente faz. A nossa vontade de estar lá no palco é maior do que tudo, independente do que as pessoas acham. Foi uma realização de um sonho nosso e ninguém vai tirar isso de mim, porque foi um dos melhores momentos de minha vida. Ver o povo cantando com voz e violão foi até mais emocionante. Inclusive, já temos uma data para o ano que vem, vai ser a redenção.

Com informações do Portal R7.