• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dorival comemora 100 jogos à frente do Santos: 'Ambiente bom para trabalhar'

  • COMPARTILHE
Esportes

Dorival comemora 100 jogos à frente do Santos: 'Ambiente bom para trabalhar'

Santos - Na sofrida vitória sobre o Ituano por 2 a 1, o técnico do Santos, Dorival Júnior, comemorou a marca de 100 jogos no comando do time. O treinador comemorou o feito e pediu uma sequência ainda maior para conseguir levar o clube a mais títulos. "Agradeço pelo carinho e por todos que trabalharam comigo nas duas passagens. Santos tem riqueza humana e um ambiente muito bom para trabalhar. É um número que marca minha carreira. Fico satisfeito e vou trabalhar para merecer confiança para mais alguns jogos", comentou.

Dorival Júnior foi homenageado em campo antes de a bola rolar. A diretoria convidou 100 pessoas entre sócios, conselheiros, funcionários e ex-jogadores para recepcionar o treinador no gramado e entregar uma placa pelo feito. Após a partida, ele falou também de suas passagens pelo clube.

"É uma equipe que eu tenho tempo para desenvolver um trabalho. Nas equipes que tive tempo, atingimos os resultados e alcancei títulos. A identificação da torcida é porque tivemos duas conquistas em 2010, poderíamos ter tido uma sequência e foi interrompida daquela maneira. Jogamos uma nova final (Copa do Brasil, em 2015). Me identifico muito com o trabalho do Santos", disse.

Na primeira passagem, em 2010, Dorival Júnior conquistou a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista com um time que acabava de revelar Paulo Henrique Ganso e Neymar para o futebol. Deixou o time que venceria a Copa Libertadores em 2011. Retornou durante a temporada de 2015 e perdeu a decisão da Copa do Brasil para o Palmeiras.

Nos 100 jogos à frente do Santos, Dorival Júnior soma 61 vitórias, 16 empates e 23 derrotas. Por ter uma identificação com o clube, ele foi convidado para desfilar pela Grande Rio - a escola de samba carioca homenageará a cidade de Santos e o clube no início da madrugada de segunda-feira.

"Não sei se eu vou desfilar. Vou para ver. Gosto muito do Carnaval carioca. Sempre acompanhei, desde garoto, em Araraquara (SP). Conhecia os enredos e as histórias. Sempre me identifiquei porque vejo muita riqueza no que se mostra pelas escolas. Acho bonito e me dá prazer. Vou poder ver de perto mais uma vez", finalizou.