• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após sucesso de público no clássico, Flamengo já vê Pacaembu como sua nova casa

  • COMPARTILHE
Esportes

Após sucesso de público no clássico, Flamengo já vê Pacaembu como sua nova casa

São Paulo - O Flamengo não só aprovou o Pacaembu como uma de suas casas para a temporada, pois Maracanã e Engenhão só poderão ser usados com frequência em outubro, depois da Olimpíada e Paralimpíada, como já avisou que pretende voltar ao estádio da capital paulista. "Nos sentimos em casa, ficamos sensibilizados pelo apoio da torcida e com certeza vamos voltar", avisa Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube.

Além da casa cheia, os jogadores tiveram à disposição um gramado em ótimas condições, o que não vinha acontecendo nas partidas anteriores de ambas as equipes. "O campo estava muito bom, a torcida compareceu, a única lamentação é que não vencemos", afirmou o zagueiro Wallace, capitão rubro-negro.

O técnico Muricy Ramalho vinha reclamando bastante das condições dos campos que o Flamengo jogava, mas neste domingo aproveitou o momento para elogiar e ainda citou a grandeza do clube. "Nos sentimos em casa. É assim onde o Flamengo vai. É um clube muito gigante. Demos mais renda do que o clássico paulista, para você sentir a força do Flamengo", comentou, numa referência ao jogo entre São Paulo e Palmeiras, que teve menos da metade do público do Fla-Flu (14.051 espectadores contra 30.188).

Do outro lado, o técnico Levir Culpi gostou bastante da experiência de ver um clássico carioca no Pacaembu. "Foi muito interessante. É uma oportunidade de os torcedores verem o time jogar. Pelas dificuldades do nosso calendário e por incompetência nossa também, precisamos jogar aqui. Pena que ficamos naquela coisa meio sem graça de dançar com a irmã, por causa do 0 a 0 no placar. Mas no próximo Fla-Flu em São Paulo nós vamos vencer."

Agora as duas equipes voltam a campo na quarta-feira, pela Copa Sul-Minas-Rio. O Flamengo viaja mais uma vez e encara o Atlético-PR, em Juiz de Fora. Já o Fluminense "recebe’’ o Internacional no Mané Garrincha, em Brasília.

"A maratona jogos é desgastante, mas vamos continuar trabalhando, pois na quarta-feira temos de nos superar. O apoio da torcida ajuda muito e esperamos que esteja cheio novamente, como foi aqui em São Paulo", conclui o zagueiro Juan.