• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bauza lamenta gol no fim, mas projeta avanço na Libertadores e final do Paulista

Esportes

Bauza lamenta gol no fim, mas projeta avanço na Libertadores e final do Paulista

Itu - O técnico argentino Edgardo Bauza lamentou muito o gol sofrido no fim pelo São Paulo no jogo diante do Ituano, que terminou empatado por 1 a 1, neste domingo, em Itu. Já são cinco jogos sem vitórias, mas o discurso do comandante é otimista. Ele gostou da apresentação da equipe e tem previsões ousadas para o futuro.

"Sou uma pessoa otimista. Se não fosse, não trabalharia com futebol. Penso que vamos classificar na Libertadores e chegar à final do Paulista", enfatizou. "Obviamente que os cinco jogos sem vencer me incomodam, mas das cinco partidas que fizemos, creio que merecíamos mais."

Reconheceu, contudo, que os pontos que estão fugindo entre os dedos são menos méritos dos adversários e mais por causa de falhas de sua equipe. Ele não gosta de individualizar. Entretanto, não esconde uma certa frustração.

"Erros nossos têm impedido que as vitórias saiam porque no geral temos jogado bem. Mas não era uma partida fácil, ainda sim jogamos bem. A equipe fez um bom jogo, para ganhar, mas poderíamos ter controlado melhor o rival. Infelizmente, na última bola, eles empataram", lamentou.

Bauza tem motivos realmente para elogiar o São Paulo. Foram vários os problemas para escalar o time, pois não contou com Bruno e Hudson, suspensos, Michel Bastos, Wesley, Rogério, Breno, machucados, e Lugano, desgastado. Agora, para o próximo jogo, ele perdeu Thiago Mendes, expulso.

"Tivemos muitos problemas para escalar o time, mas creio que fizemos uma boa partida e poderíamos ter ganhado. Controlamos o rival e em uma distração, no último minuto, sofremos o empate. Jogamos para vencer."

O São Paulo está na segunda colocação da chave, atrás do Audax, e agora tentará buscar a ponta diante do Botafogo, quarta-feira, às 21h45, no Pacaembu.