• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bauza promete tirar os 'insatisfeitos' do time titular do São Paulo

Esportes

Bauza promete tirar os 'insatisfeitos' do time titular do São Paulo

São Paulo - Edgardo Bauza detectou novo problema no São Paulo: a desmotivação. Por isso, o técnico já indicou mudanças no time para enfrentar o River Plate, na quinta-feira, pela Copa Libertadores, fora de casa. O argentino só apostará em quem demonstrar entusiasmo.

"Quinta-feira é um jogo que vai definir o semestre. Essa é a realidade. Tem de ter consciência disso. Cada um vai dar o máximo de si", resumiu o zagueiro Diego Lugano, que ainda não está confirmado no jogo.

Após a derrota de virada por 3 a 1 para o São Bernardo, pelo Paulistão, sábado, Bauza sucumbiu. Estava decepcionado. Além de assumir a responsabilidade pela derrota, disse que o São Paulo vai precisar se apoiar na tradição e no histórico do time para conseguir um bom resultado em Buenos Aires.

"Talvez a camisa possa jogar pela história dela. Quem coloca esta camisa tem de jogar o que tem de jogar. Quem não estiver motivado, sairá do time", afirmou Bauza, sem ainda citar nomes das possíveis trocas.

Bauza admitiu ter errado nas substituições no sábado, pois segundo ele, a equipe se desorganizou e passou a dar espaço para o rival. Adiantou que a postura do São Paulo na quinta será cautelosa. "Vamos contra-atacar para ganhar. É a ideia que temos. Vamos tentar nos recuperar deste golpe. Não era o que pensávamos para o jogo."

O São Paulo usou seus titulares contra o São Bernardo para testar a formação e conquistar um resultado convincente que desse mais confiança. Ocorre que a derrota desanimou o elenco. "Queríamos vencer para chegarmos embalados na Argentina. Não aconteceu. É corrigir os erros agora", disse Rodrigo Caio. "Temos todos de nos ajudar, porque não podemos continuar jogando deste jeito", completou o goleiro Denis.

Pontuar em Buenos Aires é fundamental pela situação do tricolor. A derrota no primeiro jogo em casa, aliado às duas vitórias do The Strongest, deixou o São Paulo em situação difícil.