• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arena da Baixada terá capacidade para receber 26 mil pessoas na Liga Mundial

  • COMPARTILHE
Esportes

Arena da Baixada terá capacidade para receber 26 mil pessoas na Liga Mundial

Curitiba - A fase final da Liga Mundial foi lançada oficialmente nesta quinta-feira, em entrevista coletiva realizada na Arena da Baixada, palco da etapa decisiva do torneio, com seus organizadores dando detalhes da competição e de como será a estrutura para receber o público. E a expectativa é de que o torneio atraia quase 26 mil torcedores ao estádio do Atlético Paranaense.

A organização vau montar uma mini arena para 3.148 espectadores próximo à quadra. Além disso, a arquibancada superior terá 22.716 lugares, atingindo uma capacidade total de 25.864 lugares para os jogos da fase final, agendados para o período de 4 a 8 de julho. A montagem da quadra se iniciará em 24 de junho, enquanto a desmontagem deverá estar concluída em 11 de julho.

"É uma grande alegria, uma satisfação, poder receber esse evento, na nossa casa, no Clube Atlético Paranaense, que nesse momento não é só nosso, mas de todos os paranaenses. É preciso ter multieventos, shows, UFC, e essa relação com esporte é fundamental. O vôlei passou a ser o segundo esporte nacional e esse evento vai ultrapassar os nossos limites de país e ser assistido no mundo todo. Temos que trabalhar e ser referência ano esporte. Vamos ter a competência e criatividade de harmonizar futebol e vôlei", afirmou Luiz Sallim Emed, presidente do Atlético-PR.

Presidente da Comissão de Atletas da Federação Internacional de Voleibol, o ex-jogador Giba destacou a sua forte ligação com Curitiba e a importância da realização da fase final da Liga Mundial para a capital paranaense.

"Comecei a jogar vôlei aqui nessa cidade e vou sofrer bastante em ver esse evento pela vontade de estar dentro de quadra", brincou o ex-jogador. "O voleibol é um esporte de família e faz uma família mais forte. Aqui, todos têm que se unir nesse movimento do voleibol, e um evento como esse é fundamental para isso", complementou.

A Liga Mundial será o primeiro torneio da seleção sob o comando de Renan Dal Zotto. O Brasil fará sua estreia na Liga Mundial no dia 2 de junho, contra a Polônia, em Pesado, na Itália. Depois, na mesma cidade, enfrentará o Irã e a anfitriã Itália. Na segunda fase, os brasileiros vão encarar canadenses poloneses e búlgaros em Varna, na Bulgária. Na sequência, os adversários serão novamente a Bulgária, Sérvia e a anfitriã Argentina, em Córdoba.

Por ser sede da fase final, a seleção brasileira masculina está automaticamente garantida nesta disputa decisiva, que reunirá também as cinco melhores equipes da fase classificatória.

Será a segunda vez que a Arena da Baixada receberá jogos de vôlei. Em setembro do ano passado, o estádio sediou amistoso da seleção com Portugal, que marcou a despedida do líbero Serginho. Na ocasião, 33 mil pagantes registraram presença na partida disputada em uma das arenas da Copa do Mundo de 2014.