• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Assembleia de Budapeste aprova retirada da candidatura aos Jogos de 2024

  • COMPARTILHE
Esportes

Assembleia de Budapeste aprova retirada da candidatura aos Jogos de 2024

A decisão de Budapeste de se retirar da disputa veio depois que um grupo político reuniu assinaturas suficientes para forçar a realização de um referendo sobre a candidatura

O Comitê Olímpico Internacional (COI) escolherá a cidade anfitriã do evento em setembro Foto: Agência Brasil

Budapeste - A assembleia de Budapeste aprovou nesta quarta-feira uma moção para retirada da candidatura da cidade do processo de escolha da sede dos Jogos Olímpicos de 2024. A decisão deixa Los Angeles e Paris como os únicas candidatas restantes. O Comitê Olímpico Internacional (COI) escolherá a cidade anfitriã do evento em setembro.

A decisão de Budapeste de se retirar da disputa veio depois que um grupo político reuniu assinaturas suficientes para forçar a realização de um referendo sobre a candidatura. O governo do primeiro-ministro Viktor Orban disse que a mudança de posição de políticos da oposição que anteriormente apoiaram a candidatura quebrou o consenso sobre a questão.

A retirada da candidatura foi decidida com 22 votos a favor e seis contra, com a maior parte do apoio vindo do Fidesz, o partido de Orban. "Tudo o que está acontecendo não é mais sobre esportes", disse o prefeito Istvan Tarlos, durante um debate acalorado na sessão extraordinária da assembleia. "A coisa mais triste é que tipo de imagem o país está criando no exterior com este circo em torno dos Jogos Olímpicos".

A oposição disse que o governo da cidade desvalorizando os eleitores, os impedindo de expressar a opinião sobre a candidatura. "Se mais de 250 mil cidadãos de Budapeste determinaram que querem decidir em um referendo sobre os Jogos Olímpicos, eles devem ter esta oportunidade", disse Antal Csardi, do partido Politics Can Be Different.

O Momentum Movement, uma nova associação política, reuniu mais de 266 mil assinaturas em 30 dias a favor da realização de um referendo. Alguns dos outros partidos de oposição ajudaram a recolher as assinaturas, muito mais do que as 138 mil necessárias.

Hamburgo, em 2015, e Roma, no ano passado, também retiraram suas candidaturas aos Jogos de 2024. O COI disse na semana passada que revisará seu processo de escolha da sede porque o atual produz "muitos perdedores".