• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Apresentado pelo Botafogo, Daniel Carvalho diz que voltou ao futebol pelo filho

  • COMPARTILHE
Esportes

Apresentado pelo Botafogo, Daniel Carvalho diz que voltou ao futebol pelo filho

Rio - Fora do futebol há quase dois anos, o meia Daniel Carvalho deu uma pausa na aposentadoria para realizar um sonho do seu filho, João Paulo. Apresentado como reforço do Botafogo nesta terça-feira, ele explicou que seu filho desejava vê-lo atuando profissionalmente, o que agora está próximo de se tornar uma realidade, após ficar cerca de três meses recuperando o condicionamento físico no Botafogo, antes de assinar contrato até o final de 2015.

"Foi meu filho que me motivou. Ano passado, quando estava ausente do futebol, acabava levando ele para o Beira-Rio para ver os jogos do Internacional. Ele agora entende o que é o futebol e, por ter uma separação no meio, ele não pôde me ver jogar. Eu o levava ao estádio e ele cantava o Hino Nacional, aquilo me arrepiava e foi o que me fez voltar a jogar. Quero estar dentro de campo e vê-lo torcendo por mim. Nada me deixa mais feliz do que saber que ele vai ver o pai jogar futebol", disse.

Assim, Daniel Carvalho explicou que nem se preocupou com os valores oferecidos pelo Botafogo para que ele firmasse o acordo. "Ficou mais claro na própria assinatura no contrato. Não li o contrato e simplesmente assinei. O problema não é financeiro, o que ganhei no futebol já me sustenta tranquilamente. Falei para o René que voltei a jogar por causa do meu filho. A ideia não é financeira e não vim aqui para estragar. Fiquei bem contente e fui muito bem recebido desde o começo. O mundo do futebol é perigoso e nunca fui um exemplo negativo. Consegui provar para o René que sou diferente e quero ajudar", afirmou.

O reforço botafoguense iniciou a carreira no internacional, se transferiu para o CSKA Moscou, passando depois pelo catariano Al-Arabi, e também por Atlético Mineiro, Palmeiras e Criciúma, último clube que defendeu, em 2013. Na sua apresentação, ele garantiu que sempre teve o desejo de atuar no futebol do Rio.

"Estou contente. Antigamente, quando estava fora do Brasil, a minha segunda opção sempre foi o Rio de Janeiro. Meu pai não confiava muito em mim e nas facilidades da cidade, mas hoje é diferente. Estou mais maduro após que bateu a casa dos 30. Posso dizer que faltava isso para me completar profissionalmente. Agradeço ao Botafogo por ter aberto as portas pra mim", disse.

Apresentado e de contrato regularizado, Daniel Carvalho pode fazer a sua estreia nesta quarta-feira, diante do Capivariano, no interior paulista, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, ainda mais que o técnico René Simões optou por poupar os titulares. O reforço botafoguense, porém, adotou um discurso cauteloso na véspera do duelo.

"Com o tempo vamos aprendendo algumas coisas. Antigamente eu estaria mais nervoso e louco para jogar os 90 minutos, mas sabemos que não é assim. Posso me prejudicar e acabar atrapalhando o Botafogo. Existe a ansiedade, mas hoje penso mais com a razão", finalizou.