• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após título na Argentina, Brasil deve ganhar 2ª vaga no mountain bike no Rio

Esportes

Após título na Argentina, Brasil deve ganhar 2ª vaga no mountain bike no Rio

São Paulo - O mountain bike brasileiro atingiu a meta proposta pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e deverá ter dois representantes na prova masculina nos Jogos Rio-2016. A corrida olímpica na disciplina se encerrou no último domingo e a União Ciclística Internacional (UCI) deverá publicar na quarta-feira a versão final do ranking olímpico. Pelas contas do Brasil, o dono da casa ficará com duas vagas, para Henrique Avancini e Ricardo Pscheidt. Raiza Goulão competirá no feminino. Os três são estreantes em Jogos Olímpicos.

O ranking por nações do mountain bike leva em consideração os pontos dos três melhores ciclistas do país no ranking mundial. No caso do Brasil, os resultados de Henrique, Ricardo e Rubens Donizete. Com Henrique muito à frente no ranking, esses dois últimos passaram a travar uma disputa interna pelo posto de segundo melhor brasileiro, ao mesmo tempo em que precisavam somar forças para garantir a segunda vaga.

No fim de semana, Rubinho ganhou o Aberto da Argentina de mountain bike cross country, enquanto Ricardo foi quinto. Henrique disputou a etapa da Alemanha da Copa do Mundo e foi só 38.º. Pela conta extraoficial, os resultados dos três somados garantiram ao Brasil manter-se entre os 13 primeiros do ranking, ganhando o direito de ter dois representantes no Rio.

A CBC já havia definido que o ranking mundial também definiria os convocados para a Olimpíada. Por isso, Henrique, de 27 anos, e Ricardo, de 35, deverão ficar com as vagas. No feminino, o Brasil terá só uma representante: Raiza Goulão, de 24 anos. Isabella Lacerda tentava uma segunda vaga, mas foi derrubada por uma dengue no fim de março. No domingo, não completou a Copa do Mundo.

No ciclo passado, o Brasil não se classificou para o mountain bike feminino dos Jogos de Londres. Jaqueline Mourão representou o País em 2004 e 2008. Entre os homens, o País teve dois atletas em 1996 (Ivanir Lopes e Márcio Ravelli), um em 2000 (Renato Seabra), em 2004 (Edvandro Cruz), 2008 e 2012 (Rubens Donizete foi às duas edições.