• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luverdense empata com Paysandu e é campeão inédito da Copa Verde

  • COMPARTILHE
Esportes

Luverdense empata com Paysandu e é campeão inédito da Copa Verde

Belém - O Luverdense é o campeão da Copa Verde de 2017. Com uma campanha brilhante, o time do Mato Grosso arrancou um empate contra o Paysandu por 1 a 1, no Mangueirão, nesta terça-feira à noite, para comemorar o primeiro título da competição em sua história. No jogo de ida, o Luverdense venceu por 3 a 1, na Arena Pantanal, e poderia perder até por um gol de diferença para ficar com o troféu. Além da taça, o campeão garante uma vaga na Copa do Brasil de 2018 e já entrando direto na oitavas de final.

O título coloca o Luverdense no hall de campeões da Copa Verde. O Brasília foi o primeiro campeão da Copa Verde, em 2014, enquanto o Cuiabá venceu a segunda edição. No ano passado, o Paysandu ganhou seu primeiro título da competição com duas vitórias diante do Gama na decisão.

Com a vantagem de poder perder por até um gol, o Luverdense sofreu no primeiro tempo, quando o Paysandu abriu 1 a 0 logo no início, mas igualou a partida e chegou ao empate na etapa final. Mais organizado, o time do técnico Júnior Rocha comemorou muito o título ao fim da partida. Mais de 28 mil torcedores foram ao Mangueirão. Os dois times estão no Brasileiro da Série B.

O JOGO - O Paysandu começou pressionando. E chegou rápido ao primeiro gol. Logo aos três minutos, Leandro Carvalho aproveitou o rebote e, da entrada da área, acertou um belo chute no canto de Diogo Silva, que nada pôde fazer.

O gol logo no início animou os jogadores do Paysandu, que continuaram pressionando para tentar aumentar o placar. Até criaram outras chances, mas não souberam aproveitá-las. Nos contra-ataques, o visitante também ameaçou.

Diferente do primeiro tempo, no qual o Paysandu dominou e teve mais chances, a etapa final foi mais equilibrada e muito mais truncada. O jogo continuou aberto com os dois times buscando o ataque, mas o Luverdense quase empatou aos nove minutos.

Marcos Aurélio, aquele mesmo ex-Atlético-PR, Coritiba e Santos, acertou a trave do Paysandu em cobrança de falta. A resposta do Paysandu foi com Ayrton que, de dentro da área, finalizou cruzado para fora.

Em desvantagem no placar, o Luverdense melhorou e passou a controlar o jogo. Melhor, o time foi premiado com um pênalti aos 33 minutos, quando Marcão derrubou Fumaça na área. Na cobrança, Rafael Silva colocou no canto esquerdo do goleiro, que não chegou na bola. O Paysandu sentiu o impacto do gol e não conseguiu superar a bem armada marcação adversária.