• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argélia empata com Rússia e vai às oitavas pela 1ª vez

  • COMPARTILHE
Esportes

Argélia empata com Rússia e vai às oitavas pela 1ª vez

São Paulo - A Argélia está pela primeira vez na segunda fase de uma Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, a seleção africana precisou superar o susto por sair atrás no placar logo no início e foi buscar um suado empate diante da Rússia por 1 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba. Exatamente o resultado que precisava para seguir no Mundial e fazer história.

O resultado levou a Argélia a quatro pontos, na segunda colocação do Grupo H, atrás apenas da Bélgica. Com isso, os desacreditados africanos, que chegaram ao Brasil apontados por muitos como principais candidatos a ficarem com a lanterna da chave, foram às oitavas. Passar às quartas de final, no entanto, parece um sonho distante, já que o adversário será a Alemanha, nesta segunda, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Já a Rússia viu o goleiro Akinfeev se tornar o vilão da equipe no Mundial. Depois de um frango na primeira partida, no empate com a Coreia do Sul, ele voltou a cometer falha decisiva no gol da Argélia, nesta quinta. Assim, os russos deixam o Brasil com apenas dois pontos e na próxima vez que atuarem em uma partida de Copa estarão em casa, já que sediarão a competição em 2018.

Mas o começo foi bom para a seleção europeia nesta quinta. Depois de mostrar tanta dificuldade para criar oportunidades em seus dois primeiros jogos, a Rússia precisou de apenas cinco minutos para marcar. Logo no início de jogo, Kombarov recebeu pela esquerda e cruzou de primeira, na cabeça de Kokorin, que subiu bonito e finalizou com estilo para a rede argelina.

Foi apenas um lampejo em meio a um jogo bastante nervoso. Faltas duras, provocações e reclamações com o árbitro se sucediam e ninguém criava nada. Os poucos momentos de mais lucidez eram da Argélia, principalmente quando a bola chegava em Feghouli. Mas cada vez que a Rússia alçava a bola à área, assustava, graças à ineficiência da defesa adversária neste tipo de jogada.

Durou pouco, porém, o bom momento da Argélia com a bola no pé. Logo a marcação por pressão de Rússia passou a fazer diferença e a equipe tomou conta da partida. Foi após uma roubada no ataque que Shatov quase marcou da intermediária, aos 25 minutos. A Argélia respondeu na sequência com a cabeçada de Medjani, que exigiu defesa de Akinfeev.

A seleção russa adiantava a marcação para tentar evitar que a bola chegasse no ataque da Argélia, onde o time africano mostrava qualidade técnica e trabalhava com muito mais facilidade. Quando os russos, talvez cansados, recuaram a marcação, o domínio passou a ser todo argelino. As jogadas passavam todas por Brahimi, mas foi de Slimani a melhor chance da equipe. De cabeça, ele jogou em cima de Akinfeev aos 42 minutos.

Como na primeira etapa, a Rússia começou de forma avassaladora o segundo tempo e criou chance incrível logo com um minuto. Samedov arrancou do lado direito, fez ótima tabela com Kokorin e ficou de frente para o gol, mas Mbolhi saiu muito bem e fez a defesa na finalização do meia.

A resposta da Argélia foi fatal e novamente aproveitando-se da altura de Slimani. Aos 14 minutos, Brahimi cobrou falta pela esquerda e o atacante de 1,88m se antecipou para tocar para a rede. Como na primeira partida, quando tomou um verdadeiro frango, Akinfeev voltou a falhar e saiu muito mal. A bola passou por ele e encontrou a cabeça do rival.

A Rússia tentou responder e foi para cima. Aos 24 minutos, Kokorin deu linda enfiada de bola pela direita para Kherzakov, que invadiu e bateu forte, cruzado, mas parou na ótima defesa de Mbolhi. Apesar de ameaçar uma pressão, o time russo tinha dificuldade para criar boas chances e furar o bloqueio da Argélia, que recuou após o empate.

Os últimos minutos foram de uma pressão desenfreada da Rússia, sem uma jogada pensada ou mais trabalhada. Por sua vez, a Argélia também não encaixava um contra-ataque e por isso passou os últimos momentos rebatendo uma infinidade de bolas alçadas à área. Deu certo, e ao apito final foram os argelinos que puderam comemorar a vaga.

FICHA TÉCNICA

ARGÉLIA 1 x 1 RÚSSIA

ARGÉLIA - Mbolhi, Mandi, Belkalem, Halliche e Mesbah; Medjani, Bentaleb, Feghouli, Brahimi (Yebda) e Djabou (Ghilas); Slimani (Soudani). Técnico: Vahid Halilhodzic.

RÚSSIA - Akinfeev; Kozlov, Berezutskiy, Ignashevich e Kombarov; Glushakov (Denisov), Fayzulin, Samedov e Shatov (Dzagoev); Kokorin e Kerzhakov (Kanunnikov). Técnico: Fabio Capello.

GOLS - Kokorin, aos 5 minutos do primeiro tempo; Slimani, aos 14 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Mesbah e Ghilas (Argélia); Kombarov e Kozlov (Rússia).

ÁRBITRO - Cuneyt Cakir (Fifa/Turquia).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 39.311 presentes.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).