• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Magnano chama Brasil para Mundial com astros da NBA

  • COMPARTILHE
Esportes

Magnano chama Brasil para Mundial com astros da NBA

São Paulo - O técnico Rubén Magnano anunciou nesta quarta-feira a convocação da seleção brasileira masculina de basquete para o Mundial da Espanha, que acontecerá entre os dias 30 de agosto e 14 de setembro. Como era esperado, ele chamou força máxima, e contará com os jogadores que atuam na NBA - a exceção é Vitor Faverani, que está machucado.

Desta forma, a seleção brasileira estará reforçada com nomes como Leandrinho, Anderson Varejão, Nenê e Tiago Splitter, todos atualmente em equipes da NBA. Splitter, aliás, chega empolgado e embalado depois de ter se tornado o primeiro brasileiro a conquistar a liga norte-americana, com o San Antonio Spurs.

A presença destes jogadores no Mundial contrasta com a ausência dos quatro na Copa América do ano passado. Diante de lesões e pedidos de dispensa, aliás, a ausência dos atletas que atuam na NBA se tornou algo comum na seleção brasileira nos últimos torneios. Mesmo assim, Magnano fez questão de contar com eles nesta convocação.

Isso porque o treinador quer evitar um novo vexame, como o que aconteceu justamente na Copa América. Na ocasião, o Brasil não só ficou sem a vaga para o Mundial como perdeu todos os jogos que disputou, diante de seleções bem inferiores tecnicamente, como Jamaica e Uruguai. Com a campanha, o time brasileiro precisou de um convite para disputar a competição na Espanha.

Além dos nomes da NBA, Magnano conta com o retorno de Marcelinho Machado. O experiente ala de 39 anos, que atua no Flamengo, chegou a anunciar a aposentadoria da seleção brasileira depois da Olimpíada de Londres, em 2012, mas voltou atrás. O técnico argentino nunca escondeu a admiração pelo atleta, e por isso a convocação já era esperada.

Mas o principal nome de confiança de Magnano na atual seleção brasileira é mesmo o armador Marcelinho Huertas. Destaque do Barcelona na Liga Espanhola, o jogador nunca rejeitou uma convocação. Pelo contrário, sempre se mostrou disposto a defender as cores do Brasil e, com isso, ganhou o respeito e a admiração do comandante.

Ele será o líder da seleção que vai para o Mundial. A estreia será no dia 30 de agosto, contra a França. Além de brasileiros e franceses, o Grupo A da competição, com sede em Granada, tem Irã, Espanha, Sérvia e Egito. Os jogadores se apresentarão à comissão técnica no dia 20 de julho.

Além dos dez nomes convocados nesta quarta, Magnano chamou três jovens convidados para treinar com a equipe: Deryck, Gemerson e Leonardo Waszkwicz. Ele deverá completar a lista de inscritos para o Mundial com outros dois nomes, que podem sair desse trio ou da seleção que disputará o Sul-Americano em julho, na Venezuela.

Confira os convocados do Brasil para o Mundial:

Armadores: Larry Taylor (Bauru) e Marcelinho Huertas (Barcelona-ESP).

Alas: Alex (Bauru), Leandrinho (Phoenix Suns-EUA), Marcelinho Machado (Flamengo), Marquinhos (Flamengo) e Guilherme Giovannoni (Brasília).

Pivôs: Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers-EUA), Nenê (Washington Wizards-EUA) e Tiago Splitter (San Antonio Spurs-EUA).