• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Duda abre temporada no atletismo sem estar 100%

  • COMPARTILHE
Esportes

Duda abre temporada no atletismo sem estar 100%

São Paulo - Mauro Vinícius da Silva, o Duda, já faturou um título mundial este ano, indoor, em março. Mas o grande nome do salto em distância brasileiro compete neste fim de semana em São Paulo abrindo a temporada. Afinal, a série de competições indoor, no inverno do Hemisfério Norte, chegou ao fim no começo do ano. Agora a hora é de fazer bons resultados a céu aberto.

Nesta sexta, ele participa do Campeonato Ibero-Americano, em São Paulo, na sua primeira grande competição da temporada. O campeão mundial chegou a saltar em um torneio da Federação Paulista, há duas semanas, como aquecimento. Agora ele vai em busca de mais um título internacional, no Ibirapuera, mesmo sem estar 100%.

"Estou voltando e acho que já consigo acertar uma marca por volta dos 8 m. Quero saltar bem e vou me empenhar para isso, mas acho que ainda não estou com 100% da forma física. É uma competição forte, vão vir atletas fortes de outros países e eu quero ganhar, com a marca que for", comentou o brasileiro.

Duda chegou a participar dos Jogos Sul-Americanos, em Santiago (Chile), em março, logo depois do bicampeonato mundial indoor, mas teve uma lesão no joelho em março. "O joelho está bem, já está legal. Agora é competir e ganhar ritmo", comentou o saltador, que disputa o GP Brasil, em Belém, daqui a duas semanas, e depois participa de duas etapas da Diamond League na Europa.

ANA CLÁUDIA - Outra que volta de lesão no Ibero-Americano é Ana Cláudia Lemos e Silva. A velocista perdeu o Mundial Indoor por conta de uma lesão no pé e, quando estava voltando a treinar, em abril, sofreu uma fatura no dedinho. Em junho, participou de uma competição só para marcar tempo para o Ibero-Americano e agora quer voltar com tudo.

"Fiz bons treinos e estou bem preparada. Agora, é hora de competir. Estou pensando em voltar a competir e conseguir boas marcas. O resto será consequência", comentou a brasileira, que vai participar da prova de 100 metros e do revezamento 4x100 metros.