• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após trauma na África, Mick Fanning diz ter sido surpreendido por mais um tubarão

Esportes

Após trauma na África, Mick Fanning diz ter sido surpreendido por mais um tubarão

Hastings Point - Há dez dias, a imagem de Mick Fanning sendo atacado por um tubarão na África do Sul chocou o mundo. Na ocasião, o surfista australiano disputava a final da etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial de Surfe, contra o compatriota Julian Wilson, quando foi surpreendido pelo animal.

Nesta semana, durante a gravação do programa "60 Minutes" da emissora australiana Channel Nine, Fanning foi a uma praia de seu país natal, em Hastings Point, acompanhado de sua mãe, Elizabeth Osborne. Entretanto, enquanto remava entre as ondas, Fanning avistou uma barbatana e, ainda traumatizado pelo ataque recente, subiu no jet ski e voltou para a areia. Em terra firme, Mick Fanning conversou com um repórter e apontou para o local onde teria avistado o tubarão.

Esta não foi a primeira vez que Mick Fanning voltou a surfar desde o primeiro ataque. No último dia 25 ele publicou em sua conta no Instagram o retorno aos mares. Nesta data, 25 de julho, Fanning lembrou do aniversário do surfista Andy Irons, morto em 2010 por uma parada cardíaca em função de uma mistura de drogas. "Surfei sozinho, mas tinha Andy nos pensamentos. Feliz aniversário, irmão #AIForever", escreveu.

Dois dias depois do incidente na final em Jeffreys Bay, Mick Fanning e Julian Wilson concederam uma entrevista coletiva na Austrália para contar melhor sobre o ocorrido. Ainda perplexo, Fanning classificou o fato de ter escapado ileso do ataque do tubarão como um milagre. "Quando perdi a prancha, pensei que já estava acabado. Escapar do ataque de um tubarão sem um arranhão, isso é um autêntico milagre."