• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brasil fica fora do pódio na última prova do atletismo no Pan

Esportes

Brasil fica fora do pódio na última prova do atletismo no Pan

Toronto - O atletismo brasileiro se despediu dos Jogos Pan-Americanos de Toronto sem medalhas neste domingo. Cláudio dos Santos ficou com o oitavo e último lugar na marcha atlética de 50 quilômetros, com o tempo de 4h18min08, enquanto Jonathan Riekmann abandonou a prova após quase três horas.

O resultado é um reflexo da dificuldade dos atletas no dia a dia. Morador de Currais Novos, no interior do Rio Grande do Norte, Cláudio não tem "uma vida plena de atleta". O seu sustento é garantido como cabeleireiro do salão "Charme e Beleza", onde trabalha com a mulher Jucilene. Os treinos são condicionados aos horários de movimento do próprio negócio.

"A parte da tarde é o período que corto mais cabelo, então, saio para treinar 14h30, 13h para chegar mais cedo para não perder tanto trabalho", explica o atleta, que pratica a marcha atlética pelas estradas federais brasileiras.

Acostumado com o calor, Cláudio sentiu dificuldade no percurso em Toronto e projeta que, sem fisioterapia, levará cerca de um mês para se recuperar das dores no quadril.

Apesar disso, ele ficou satisfeito por tem concluído o desafio. "Tive um ano um pouco difícil, não dava para ir com os caras, saí no meu ritmo e consegui completar a prova. Fiz uma marca regular e ano que vem vou tentar fazer o índice da Olimpíada", afirma.

Já Jonathan, de Blumenau (SC), sentiu o desgaste físico e desistiu na marca dos 35 quilômetros. "Fiz um ritmo mais forte do que a tática prevista. Acabei me empolgando no começo, vi que os líderes estavam a 150 metros na frente e acabei gostando da prova. No começo estava fácil, mas engana. Deveria ter tido um pouco mais de sangue-frio, ter ficado mais no ritmo, no relógio", lamenta.

O equatoriano Andres Chocho completou a prova em 3h50min13 e conquistou a medalha de ouro. Já Erick Barrondo, da Guatemala, ficou com prata (3h55min57) e Horacio Nava, do México, faturou o bronze (3h57min28). O medalhista de ouro é marido da brasileira Érika de Sena, que conquistou a prata na marcha atlética de 20km no Pan.

Recordista brasileiro nos 50km da marcha atlética, Mário José dos Santos Júnior, não foi ao Pan, pois preferiu se concentrar na preparação para o Mundial de Atletismo. O tempo do seu recorde, nacional, 3h55min36, obtido em Dudince, na Eslováquia, em março deste ano, lhe daria a prata em Toronto.