• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após virada, Bernardinho exalta reservas da seleção e já mira a França

  • COMPARTILHE
Esportes

Após virada, Bernardinho exalta reservas da seleção e já mira a França

Cracóvia - A seleção brasileira masculina de vôlei conseguiu uma incrível vitória sobre os Estados Unidos nesta sexta-feira, no fechamento do Grupo K1 da Liga Mundial. Com um time reserva em quadra e depois de perder os dois primeiros sets, chegou a salvar dois break points antes de fechar por 3 sets a 2, garantindo vaga nas semifinais com a primeira colocação da chave.

Além do resultado e da classificação, o técnico Bernardinho ficou bastante satisfeito com a atuação de seus reservas. "A única forma de conseguirmos o nosso objetivo, de brigar por medalhas, é tendo um grupo efetivamente. Hoje, vimos isso. Foi bom ter vencido porque dá moral e convicção do trabalho, mas agora começa tudo do zero."

Com o triunfo e a primeira colocação do grupo, o Brasil voltará à quadra às 15h30 deste sábado, quando duela com a França na segunda semifinal do dia - antes, Sérvia e Itália se enfrentam. A seleção terá pela frente simplesmente a atual campeã da Liga Mundial, e Bernardinho alertou para as qualidades dos franceses.

"Essa é uma geração muito talentosa, e a França é o time desses últimos dois anos. Para nós, é um excelente desafio. Acredito que amanhã seja um jogo sem favoritos", afirmou.

Entre os reservas que ganharam uma chance nesta sexta, destaque para o jovem Douglas. O ponteiro de apenas 20 anos foi titular e celebrou a boa atuação contra os norte-americanos, principalmente na recepção. "Todo dia, todo treino, é incrível para mim. Ter a oportunidade de jogar é muito bom. Cada dia aqui na seleção é como se eu ganhasse cinco anos de experiência. Não fiz um bom jogo no ataque, mas acho que consegui fazer a função de colocar a bola na mão do William ou do Bruninho para ajudar dessa forma."