• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Árbitros ameaçam protesto durante jogos desta quarta no Brasileirão

  • COMPARTILHE
Esportes

Árbitros ameaçam protesto durante jogos desta quarta no Brasileirão

São Paulo - Os árbitros que vão dirigir os jogos do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira estudam paralisar as partidas em protesto ao veto da presidente Dilma Rousseff ao artigo do Profut, programa de refinanciamento fiscal dos clubes de futebol, que destinava a eles 0,5% da arrecadação dos jogos como direito de arena. A ideia era interromper os jogos por um minuto, aos cinco minutos do primeiro tempo, como forma de protesto.

No início da noite desta quarta-feira, o departamento jurídico do sindicato discutia se essa seria a melhor alternativa, uma vez que havia o temor de que pudessem ser punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Uma opção é fazer o protesto antes do início das partidas.

"Ainda estamos decidindo como será o protesto, mas vai haver", disse à reportagem o presidente da ANAF (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol), Marco Antônio Martins. Já está definido que os trios de arbitragem entrarão com uma tarja branca nas mangas de suas camisas, para marcar posição.

Nesta quinta-feira, os 27 sindicatos de árbitros do País farão assembleias em que o principal tema a ser discutido é uma greve da categoria. A paralisação aconteceria numa das rodadas iniciais do segundo turno do Brasileiro.

Paralelamente, haverá outra medida, esta judicial. O objetivo é conseguir na Justiça impedir que a imagem dos árbitros seja exibida pela televisão durante as partidas. A ANAF encabeça a luta para que os árbitros possam receber o direito de arena. A estimativa é que esse repasse renderia até R$ 8 milhões.