• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dorival Júnior quer ver Santos mais agressivo para brigar pelo título

  • COMPARTILHE
Esportes

Dorival Júnior quer ver Santos mais agressivo para brigar pelo título

O Santos não terá muito tempo para lamentações, já que na quarta-feira retorna aos gramados, para enfrentar o Vasco pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil

Dorival lamentou também o fato do Santos não conseguir manter o ritmo de jogo durante os 90 minutos Foto: Reprodução

Curitiba - A derrota do Santos por 2 a 1 para o Coritiba impediu a equipe alvinegra de se aproximar da liderança do Campeonato Brasileiro e deixou o técnico Dorival Júnior bastante irritado, principalmente pela postura demonstrada pelo time no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

"Esperava uma melhora maior depois da semana de trabalho, mas não aconteceu. A luta é pela melhor colocação possível e para estar entre os primeiros. Não podemos bobear como foi contra o Coritiba ou em outros jogos. Teremos que ter uma postura mais agressiva se quisermos brigar por algo maior. Não podemos perder pontos importantes e isso nos penaliza por uma colocação ainda melhor agora", analisou o treinador.

Dorival lamentou também o fato do Santos não conseguir manter o ritmo de jogo durante os 90 minutos. "Não pode acontecer o que aconteceu ao longo da partida. Tínhamos o jogo bem administrado, trabalhando a bola depois do primeiro gol e criando oportunidades, mas passamos a ter dificuldades. O Coritiba começou a pressionar, entrando no nosso campo, tirando saída de bola e complicando transição. A partir deste momento, eles prevaleceram e tiveram méritos. Os últimos minutos foram decisivos para o resultado."

O Santos não terá muito tempo para lamentações, já que na quarta-feira retorna aos gramados, para enfrentar o Vasco, às 19h30, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Para este jogo, Dorival deverá contar com o retorno de Zeca, Thiago Maia e Gabriel, que ganharam a medalha de ouro com a seleção brasileira olímpica.