• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Luverdense arranca empate com o CRB e deixa a zona de rebaixamento da Série B

  • COMPARTILHE
Esportes

Luverdense arranca empate com o CRB e deixa a zona de rebaixamento da Série B

Maceió - O CRB saiu na frente, abriu vantagem de dois gols, mas depois cedeu o empate para o Luverdense, por 2 a 2, neste sábado, no estádio Rei Pelé, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado foi justo, porque cada time mandou em campo num tempo de jogo.

O time alagoano confirmou sua boa performance dentro de casa ao completar seis jogos sem derrota, com dois empates e quatro vitórias. Aparece com 29 pontos, na zona intermediária da classificação. O Luverdense, que vinha de vitória magra por 1 a 0 sobre o Juventude, passou a ter 24 pontos, finalmente deixando a zona de rebaixamento. É o 16.º colocado, na frente agora do Santa Cruz, em 17.º, com 23.

Não deu nem tempo do relógio dar a primeira volta e o CRB largou na frente. Gabriel foi acuado na lateral e tentou fazer o passe para o meio, mas entregou no pé de Danilo Pires que acionou Neto Baiano. Na frente, da área ele bateu mascado, mas acertou o canto direito da meta do goleiro Digo Silva. Isso aos 38 segundos, no gol mais rápido da Série B nesta temporada.

O time alagoano continuou melhor e criou outras chances para ampliar com Chico e Danilo Pires. Mas foi o atacante Neto Baiano que balançou as redes pela segunda vez aos 32 minutos. Após o levantamento de Edson Ratinho na segunda trave, Baiano subiu atrás do zagueiro e tocou de cabeça por cima de Diogo Silva.

Foi o sétimo gol de Neto Baiano pela Série B. E uma esperança para a torcida, que vai ficar sem o atacante Zé Carlos por nove jogos. Ele foi punido pelo STJD pela briga, de tapas e socos, com Bill, do América-MG. Ambos foram suspensos em julgamento na última sexta-feira no Rio.

Mas o visitante diminuiu aos 38 minutos, quando marcos Aurélio cobrou falta na intermediária com efeito. O zagueiro William subiu bem e desviou a trajetória da bola, que entrou no canto esquerdo de Edson Kölln. Este gol deu ânimo ao Luverdense para voltar no segundo tempo e buscar, pelo menos, o empate.

O reinício aconteceu debaixo de chuva. E também com uma nova postura do time de Mato Grosso. O técnico Júnior Rocha posicionou seu time mais à frente, marcou bem as laterais e neutralizou os possíveis contra-ataques do CRB. A partir daí só teve um time em campo: o Luverdense.

Mas para mudar o placar seria precisar balançar as redes. O time tentou várias vezes de longe, mas parou nas mãos do goleiro Edson Köll. De tanto insistir, empatou aos 35 minutos. Após escanteio, Rafael Silva apareceu na primeira trave e desviou de cabeça. O placar ficou bem justo, mas não impediu as vaias da torcida que foi para casa frustrada pelo CRB não ter vencido.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado. O CRB vai até Recife para enfrentar o Santa Cruz, a partir das 16h30, enquanto o Luverdense vai receber o Londrina, às 19 horas, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde.

FICHA TÉCNICA

CRB 2 X 2 LUVERDENSE

CRB - Edson Kölln; Eduardo, Flávio Boaventura, Adalberto e Pedro Botelho; Yuri, Edson Ratinho (Erick Salles), Danilo Pires (João Paulo) e Chico; Elvis (Toni) e Neto Baiano. Técnico: Dado Cavalcanti.

LUVERDENSE - Diogo Silva; Gabriel Passos (Aderlan), Pablo, William e Paulinho; Guly (Kazu), Sérgio Mota, Marcos Aurélio e Douglas Baggio; Rafael Ratão (Léo Cereja) e Rafael Silva. Técnico: Júnior Rocha.

GOLS - Neto Baiano, aos 38 segundos e aos 32 minutos, e William ,aos 38 minutos do primeiro tempo. Rafael Silva, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Furlan (SP)

CARTÕES AMARELOS - Eduardo, Danilo Pires e Yuri (CRB).

RENDA - R$ 61.415.

PÚBLICO - 5.241 pagantes.

LOCAL Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).