• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cruzeiro bate Fluminense e volta a vencer no Brasileiro em jogo com 2 gols contra

  • COMPARTILHE
Esportes

Cruzeiro bate Fluminense e volta a vencer no Brasileiro em jogo com 2 gols contra

Com as atenções divididas entre Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro enfim voltou a vencer. Após quatro tropeços, com duas derrotas e dois empates, o time superou o Fluminense por 2 a 1, na noite deste sábado, no Mineirão, em duelo válido pela 21ª rodada do Brasileirão e que teve dois gols contra - um para cada equipe.

Além das falhas dos defensores dos dois times, o jogo também ficou marcado pela torção no joelho direito sofrida pelo centroavante Pedro. A gravidade do problema ainda não foi diagnosticada, mas pode forçá-lo a ser cortado por Tite dos amistosos da seleção brasileira contra Estados Unidos e El Salvador em setembro.

O duelo também teve uma confusão fora do gramado, com a discussão entre os técnicos Mano Menezes e Marcelo Oliveira na área técnica. E isso se deu logo no jogo em que Mano se igualou a Marcelo como nono treinador que mais vezes dirigiu o clube mineiro - 169 partidas.

O confronto era importante porque os times estavam separados por apenas um ponto na classificação. Mas agora o Cruzeiro deslanchou, chegando aos 30 pontos, em sétimo lugar no Brasileirão, a quatro do rival Atlético Mineiro, o primeiro clube dentro da zona de classificação à próxima Libertadores. Já o Fluminense parou nos 26, em nono lugar.

O Cruzeiro, aliás, se distanciou dos primeiros colocados recentemente, pois não vencia desde a 14ª rodada. Agora, reabilitado, voltará a jogar na quarta-feira, quando receberá o Flamengo, no Mineirão, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores - venceu no Maracanã por 2 a 0. Já o Fluminense, sem compromissos no próximo meio de semana, voltará a jogar no domingo, pelo Brasileirão, diante do São Paulo, no Morumbi.

O JOGO - Apesar da proximidade do compromisso pela Libertadores, o técnico Mano Menezes dessa vez só poupou Léo, Egidio e Barcos. E foi um dos substitutos do trio que impulsionou o Cruzeiro nos minutos iniciais do duelo: Raniel, que havia ficado de fora dos dois duelos anteriores por desgaste. Novo xodó da torcida do clube mineiro, ele assustou Julio Cesar logo no começo do jogo e abriu o placar aos 14 minutos. O atacante sofreu falta após roubar a bola de Gum e desviou de cabeça a caprichada cobrança de falta de Arrascaeta.

Só que o Cruzeiro diminuiu o ritmo após abrir o placar. E o Fluminense, ainda que sem muita criatividade no meio-campo, conseguiu equilibrar o jogo e a ser perigoso, especialmente quando apostava em jogadas de velocidade no setor ofensivo. E acabou empatando em uma delas, mesmo que ainda não tivesse finalizado. Aos 25 minutos, Ayrton Lucas arrancou, passando por Lucas Romero e Dedé, antes de cruzar rasteiro. Henrique tentou o corte, mas mandou contra o próprio gol.

Assim, o primeiro tempo terminou empatado, mas com uma grande preocupação, pois Pedro, artilheiro do Brasileirão e recentemente convocado por Tite para seleção, sofreu torção no joelho direito nos instantes finais e deixou o campo com dificuldades para caminhar, não voltando mais após o intervalo no Fluminense, sendo substituído por Kayke, que fez a sua estreia pelo clube.

O Cruzeiro voltou melhor para o segundo tempo, ainda que ameaçasse o adversário em finalizações de fora da área, sendo que duas foram perigosas, com Thiago Neves e Lucas Silva. E também contando com o talento de Arrascaeta. O time ainda perdeu Raniel, sacado por desgaste físico, mas acabou sendo "premiado" com um gol contra. Aos 27 minutos, Egídio fez o cruzamento e Aytrton Lucas tentou o corte, mas empurrou a bola para a própria rede.

Em desvantagem novamente, o Fluminense até tentou se lançar ao ataque, mas não conseguiu ameaçar a meta defendida por Fábio. Além disso, passou a dar mais espaços para o Cruzeiro. Thiago Neves quase aproveitou, mas desperdiçou uma chance incrível nos minutos finais. Acabou, porém, não fazendo falta para o reabilitado time mineiro.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 2 X 1 FLUMINENSE

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero, Dedé, Murilo e Marcelo Hermes (Egídio); Henrique, Lucas Silva (Rafinha), Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Raniel (Barcos). Técnico: Mano Menezes.

FLUMINENSE - Júlio César; Gilberto, Gum, Ibañez e Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Jadson (Junior Dutra) e Sornoza (Danielzinho); Pedro (Kayke) e Matheus Alessandro. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Raniel, aos 14, e Henrique (contra), aos 25 minutos do primeiro tempo. Ayrton Lucas, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

CARTÕES AMARELOS - Dedé, Marcelo Hermes, Henrique e Lucas Romero (Cruzeiro); Gum, Ibañez e Jadson (Fluminense).

RENDA - R$ 158.575,00

PÚBLICO - 11.453 pagantes (14.449 presentes).

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).