• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com golaço de Pablo, Atlético-PR vence Bahia e mantém ascensão no Brasileirão

  • COMPARTILHE
Esportes

Com golaço de Pablo, Atlético-PR vence Bahia e mantém ascensão no Brasileirão

Em recuperação, o Atlético-PR manteve sua escalada no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time paranaense sofreu para superar a defesa adversária, mas contou com belo gol de Pablo para derrotar o Bahia por 2 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 22ª rodada. Rony marcou o outro gol do jogo.

Com o resultado, o time paranaense saltou para o nono lugar, com 27 pontos, se distanciando de vez da zona de rebaixamento. Sem contar que ainda tem um jogo a menos do que a maioria dos seus concorrentes. O Bahia, por outro lado, segue em 14.º, com 25, agora mais próximo da degola.

O primeiro tempo foi de um time só: o Atlético-PR. Os donos da casa usaram o lado esquerdo do ataque para tentar furar o bloqueio do Bahia. Pelo setor, logo aos cinco minutos, Renan Lodi recebeu em velocidade e cruzou. A bola sobraria para Nikão completar para o gol, mas Douglas, no meio do caminho, deu um leve desvio, evitando a finalização.

Os donos da casa não diminuíram o ritmo e em nova jogada de velocidade, desta vez pelo lado direito, Pablo recebeu de Nikão dentro da área, mas finalizou em cima de Douglas. No rebote, Marcinho chutou mascado e carimbou a marcação.

O Bahia se segurava da maneira que podia para cozinhar o jogo e evitar a pressão atleticana. Os paranaenses, contudo, eram fortes em jogadas pelos lados do campo. Após levantamento de Johnattan, aos 29 minutos, Pablo subiu livre na segunda trave e mandou a cabeçada por cima.

O lance reanimou o Atlético-PR, que foi para cima e criou outras boas oportunidades antes do intervalo. Nikão e Zé Ivaldo, em chutes de longe, obrigaram Douglas a fazer grandes defesas. Quando o goleiro baiano estava batido, Tiago salvou o Bahia ao rebater, em cima da linha, finalização de Pablo.

Nos acréscimos da primeira etapa, o duelo esquentou, com o Bahia levando perigo no campo de ataque. Em jogada de bola parada, Elton pegou sobra de primeira e obrigou Santos a fazer a defesa. No rebote, Gilberto finalizou, sem ângulo, para o gol vazio, mas acertou a rede pelo lado de fora. Pelo alto, os paranaenses responderam com Marcinho. Douglas, no entanto, caiu bem no canto direito e fez grande defesa para levar o 0 a 0 para os vestiários.

Destaque do primeiro tempo, Douglas nem voltou para a segunda etapa. Com dores no joelho, ele acabou substituído por Fernando Castro, que fez sua estreia como profissional. E o jovem viu o Atlético-PR perder outra boa chance no começo do segundo tempo. Marcinho ganhou da marcação e cruzou. A bola correu a área e sobrou para Renan Lodi chegar finalizando de primeira, para fora.

De tanto insistir, o Atlético-PR abriu o placar aos 22 minutos. Pablo recebeu de Nikão, deu linda finta em cima da marcação e, sem deixar a bola cair, bateu cruzado, vencendo Fernando.

O Atlético-PR seguiu aproveitando os espaços deixados pelo adversário. Em bola desviada, Pablo, dentro da pequena área, teve chance de marcar, mas parou em Fernando. Logo em seguida, porém, aos 32 minutos, veio o segundo gol. Renan Lodi inverteu o jogo para Pablo. O atacante dominou no peito e cruzou rasteiro, com força para Rony, outro estreante da tarde. O camisa 9 finalizou forte, de primeira, e balançou as redes.

O Bahia tentou reagir nos minutos finais e chegou a perder boa chance em cabeceio de Tiago. O placar, no entanto, seguiu em 2 a 0 até o final.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira. O Bahia recebe o Sport, às 19h30, na Fonte Nova, em Salvador, enquanto o Atlético-PR visita o Palmeiras, às 21 horas, no Allianz Parque, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2 X 0 BAHIA

ATLÉTICO-PR - Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Raphael Veiga (Bruno Nazário); Nikão, Marcinho (Rony) e Pablo (Bergson). Técnico: Tiago Nunes.

BAHIA - Douglas Friedrich (Fernando Castro); Bruno (Nino Paraíba), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Élton e Vinícius; Élber, Edigar Junio (Clayton) e Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Pablo, aos 22 e Rony, aos 32 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS - Raphael Veiga e Johnattan (Atlético-PR); Elton e Élber (Bahia)

RENDA - R$ 238.580,00.

PÚBLICO - 13.433 torcedores.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).