• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argel lamenta baixas e não vê Atlético-MG muito superior: 'Parece até que foi 5'

  • COMPARTILHE
Esportes

Argel lamenta baixas e não vê Atlético-MG muito superior: 'Parece até que foi 5'

Belo Horizonte - O técnico Argel Fucks exibiu certa irritação ao comentar a derrota que o Internacional sofreu para o Atlético-MG, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte. Ele discordou das análises dos jornalistas que apontaram uma grande superioridade da equipe da casa no confronto que fez o time gaúcho estacionar nos 44 pontos e ficar na oitava posição do Campeonato Brasileiro.

O comandante ainda destacou que os desfalques de peso do Inter contribuíram para que o time saísse de campo derrotado nesta 30ª rodada da competição. "A equipe fez uma partida boa, uma partida equilibrada dentro do que a gente podia fazer. Tivemos jogadores com a seleção brasileira, não pudemos colocar o que tínhamos de melhor. O Atlético colocou em campo o que tinha de melhor. Faltou algum jogador do Atlético?", questionou o treinador, antes de receber a resposta imediata de um repórter, que na entrevista coletiva listou Leonardo Silva, Carlos e Dátolo como baixas alvinegras.

Em seguida, porem, Argel rebateu: "Pra nós faltou o D'Alessandro, que é um jogador importante, o Alisson, que é um jogador importante. Acredito que quando tivermos todos esses jogadores à disposição a nossa equipe vai ter uma evolução ainda maior".

O fato de o Inter seguir fora do G4 também foi minimizado por Argel, que fez questão de ressaltar que a situação era bem pior quando ele assumiu o comando do time no lugar do demitido Diego Aguirre. "Nós nunca prometemos nada, nós pegamos o time a quatro pontos da zona do rebaixamento, hoje estamos a 14 (na realidade está 11 pontos à frente do Coritiba, o 17º colocado). A gente está pensando jogo a jogo, esse é o nosso pensamento", avisou.

O treinador ainda frisou que o Inter perdeu para um adversário que "está brigando palmo a palmo pelo título, dentro de sua casa, com 20 mil pessoas a seu favor". Até por isso, ele alfinetou os críticos de forma irônica ao dizer que os mesmos pareciam estar analisando uma goleada sofrida pela equipe gaúcha.

"A equipe fez uma partida aceitável, não fez uma partida espetacular, fantástica, porque não ganhou o jogo. Saio tranquilo, os jogadores entregaram tudo o que podiam. Perdemos de 2 a 1 em um clássico, que é um Inter x Atlético. Do jeito que estão falando, parece até que perdemos de 5. Não vi essa superioridade toda não", finalizou.