• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mogi Mirim perde para o Ceará em casa e é o primeiro time rebaixado à Série C

Esportes

Mogi Mirim perde para o Ceará em casa e é o primeiro time rebaixado à Série C

Mogi Mirim (SP) - Com uma campanha péssima, onde ficou 33 rodadas dentro da zona de rebaixamento, o Mogi Mirim é o primeiro clube rebaixado no Campeonato Brasileiro da Série B. As suas chances matemáticas acabaram neste sábado, quando perdeu para o Ceará por 2 a 0, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP), pela 33.ª rodada. Esta foi a sua nona derrota consecutiva e o clube volta à Série C um ano após ter conquistado o acesso.

Os números do Mogi Mirim são ruins. Tem apenas quatro vitórias em 33 rodadas disputadas, empatou 10 vezes e perdeu 19. Retrospecto que mantém o time na última colocação, com 22 pontos, a 16 do Macaé, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. E como só faltam cinco rodadas, com 15 pontos em disputa, não há como escapar do descenso.

Mesmo com a vitória, o Ceará continua na zona de rebaixamento, com 35 pontos em 17.º lugar, mas agora distante apenas três do Macaé, o 16.º colocado e que, na última sexta-feira, perdeu para o Paraná por 3 a 0. Esta foi a terceira vitória seguida do time cearense, que antes tinha batido o Botafogo, no Rio, e o Boa, em Fortaleza.

Pela primeira vez sob o comando do técnico Toninho Cecílio, que substituiu Márcio Goiano, e com vários jogadores do time de base, o Mogi Mirim surpreendeu pela disposição. E no primeiro tempo até chegou com mais perigo ao ataque. Aos 13 minutos, Everaldo entrou sozinho na grande área pelo lado direito e foi bloqueado pela saída do goleiro Éverson. Ele também defendeu a falta bem cobrada por Marlon, aos 30.

O Ceará, mesmo precisando da vitória, foi muito acomodado, sem vibração e apenas ameaçou com bolas levantadas na área. Em uma delas, aos 20 minutos, Siloé cabeceou para fora.

O time cearense voltou mais adiantado no segundo tempo, na base da pressão. E conseguiu um pênalti aos cinco minutos, quando o volante Baraka foi agarrado por Marlon dentro da área. Na cobrança, Ricardinho bateu no canto direito de Daniel, que saltou certo, mas não alcançou a bola. Isso aos sete minutos.

Aos 21 minutos, o jogo foi paralisado. E ficou assim por 37 minutos devido a problemas no sistema de iluminação do estádio. Na volta, Pablo empurrou Siloé na área e cometeu outro pênalti. Desta vez Ricardinho cobrou forte do lado esquerdo do goleiro e fez 2 a 0, aos 25. Como o Mogi Mirim não teve poder de reação, o Ceará valorizou a posse de bola e festejou outra vitória importante.

O Mogi Mirim volta a campo nesta terça-feira, quando enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista (SP), ma abertura da 34.ª rodada. O Ceará só joga na próxima sexta, na Arena Castelão, em Fortaleza, diante do ABC.

FICHA TÉCNICA

MOGI MIRIM 0 x 2 CEARÁ

MOGI MIRIM - Daniel; Dunguinha, Pablo, Renato Camilo e Michel (Anderson); Magal, Franco (Daniel), Henrique Motta e Marlon (Tomas Anderson); Matheus Ortigoza e Everaldo. Técnico: Toninho Cecílio.

CEARÁ - Éverson; Tiago Cametá, Sandro, Charles e Victor Luis; Baraka, João Marcos, Ricardinho e Wescley (Gilvan); Siloé (Bernardo) e Alex Amado (Fabinho). Técnico: Lisca.

GOLS - Ricardinho (ambos de pênalti), aos 6 e aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marlon e Pablo (Mogi Mirim); Victor Luis (Ceará).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).