• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dono da Red Bull compara Max Verstappen a Ayrton Senna

  • COMPARTILHE
Esportes

Dono da Red Bull compara Max Verstappen a Ayrton Senna

Madri - Talento, ousadia, velocidade. As características que Max Verstappen demonstra na temporada 2016 da Fórmula 1 vêm gerando constantes comparações do holandês com o brasileiro Ayrton Senna. Nesta semana foi a vez do próprio dono da Red Bull, o austríaco Dietrich Mateschitz, fazer o paralelo entre Verstappen e o tricampeão mundial.

"Se a gente considera seu talento natural, sua fortaleza mental e coragem demonstrada nas corridas, então, sim", respondeu afirmativamente, ao responder se Verstappen é o novo Senna, em entrevista ao jornal espanhol Marca.

Mateschitz, porém, fez uma ressalva na comparação. O chefe do holandês na Red Bull afirmou que o jovem piloto vai precisar manter o nível elevado da performance para ser digno da comparação com o brasileiro, considerado por muitos como o maior piloto da história da F1.

"Ele terá que ser capaz de manter seu nível de velocidade, suas habilidades e sua força durante um período de vários anos. Ninguém sabe se isso vai realmente acontecer, mas nós acreditamos que ele tem potencial", afirmou o austríaco.

Nesta mesma entrevista, o dono da Red Bull afirmou que nunca cogitou deixar a F1, apesar dos indicativos que deu ano passado, quando a equipe austríaca quase rompeu com a Renault. Na ocasião, o time procurava por novo fornecedor de motor. Mas, sem sucesso, acabou mantendo a parceria com a empresa francesa.

"Realmente, nunca pensamos [em sair], ainda que, em teoria, houvesse circunstâncias que poderiam ter nos levado a tomar esse caminho. Por exemplo, no caso óbvio de não conseguirmos assegurar um fornecedor de motores", afirmou.