• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cadela morde bebê e é arremessada do terceiro andar de prédio na Serra

  • COMPARTILHE
Geral

Cadela morde bebê e é arremessada do terceiro andar de prédio na Serra

Cachorra é jogada do terceiro andar pelo dono, que gritava que o animal havia mordido seu bebê. A cadela será examinada por uma veterinária e fará exames.

Cadela foi jogada do terceiro andar por dono Foto: Divulgação

Uma cadela levou a pior após uma briga em família na Serra. O animal foi atirado do terceiro andar de um apartamento no bairro Nova Carapina na noite da última terça-feira. Após a violência, a cachorra da raça poodle foi resgata por uma jovem que passava no local. 

“Eu fui a uma festa no bairro e quando voltava com meu namorado escutei uma gritaria e um homem muito exaltado falando. De repente vi um cachorro sendo jogado da janela, ela bateu em uma árvore, depois caiu em cima de um carro. Fiquei em choque”, relatou a jovem que prefere não se identificar.

Segundo ela o homem gritava e dizia para uma outra pessoa dentro de casa que já tinha avisado que ia jogar o cão se ele voltasse a morder o bebê. 

A cachorra muito arredia tentou morder o casal, que conseguiu enrolar a cadela com uma camisa e transportá-la para casa. Mel como está sendo chamada, é uma cadela nova de acordo com a veterinária que a atendeu, e sofreu lesões nas costelas, na lombar e pode ter quebrado uma das patas. 

“Ela é muito mansa, mas está assustada, era maltratada onde morava, devia apanhar muito. Estamos achando que ela está prenha”, conta a jovem. 

Segundo o professor de direito ambiental da Faculdade Novo Milênio, o Wanderson Luchi, maus tratos é crime. “Esse homem pode sofrer pena de três meses a um ano pelo crime,  e se o cão tivesse morrido a pena pode ser ainda maior”. 

A recomendação para quem presencia esse tipo de crime é denunciar a Polícia Civil, na delegacia de crimes ambientais.