• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cai em quase 40% número de mortes nas rodovias federais no Estado em 2015

  • COMPARTILHE
Geral

Cai em quase 40% número de mortes nas rodovias federais no Estado em 2015

Entre as possíveis razões para a queda estão a alteração do CBT, que prevê multas maiores para ultrapassagens perigosas; a instalação de radares e a fiscalização das rodovias por câmeras

PRF divulga balanço de morte nas estradas em 2015 Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma queda de mais de 39% no total de mortes registradas no Espírito Santo ao longo de 2015. De acordo com o levantamento da PRF, divulgado nesta sexta-feira (22), o total de mortes caiu de 279 em 2014 para 170 no ano passado – 109 mortes a menos. Este é o menor número de mortes da série histórica, iniciada em 2007 com a utilização de um sistema que realiza as estatísticas das rodovias federais. 

Entre as possíveis razões para a queda dos números em 2015, a PRF lista uma alteração recente do Código Brasileiro de Trânsito, que, desde novembro de 2014, prevê multas maiores, de até R$ 1.915, para ultrapassagens perigosas; a instalação de novos radares controladores de velocidade pelo DNIT; a fiscalização das rodovias federais, por meio de câmeras de videomonitoramento da concessionária ECO101, e o uso dos radares portáteis. 

O total de acidentes registrados passou de 7.808 em 2014 para 4.767, uma redução superior a 35% no ano passado. Em junho do ano passado, a PRF implantou um sistema de registro eletrônico de acidentes sem vítimas, pode ser feito em até 60 dias, pela internet, diretamente pelos envolvidos nas ocorrências. Com essa mudança, a PRF passou a priorizar o atendimento de acidentes mais graves, com pessoas feridas ou mortas. E acidentes sem gravidade deixaram de entrar nas estatísticas oficiais do órgão.