• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lei Rubem Braga contempla mais de 30 novos projetos culturais em Cachoeiro de Itapemirim

Geral

Lei Rubem Braga contempla mais de 30 novos projetos culturais em Cachoeiro de Itapemirim

O valor total de investimento previsto para o edital é de R$ 480 mil

O edital 2017 da Lei Rubem Braga fomentará 31 projetos culturais em Cachoeiro de Itapemirim neste ano. Esse é o resultado da avaliação feita nas propostas habilitadas em dezembro do ano passado, o qual a prefeitura de Cachoeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), acaba de divulgar. No total, o investimento previsto pela administração municipal no edital é de R$ 480 mil.

Foram 125 projetos inscritos, mas apenas 90 preencheram todos os requisitos exigidos e foram encaminhados para avaliação. Das 11 áreas culturais, Cinema, fotografia e vídeo e Literatura foram as que tiveram maior número de projetos contemplados, com cinco cada uma. As categorias Música, Dança, Teatro, circo e ópera e Artes plásticas, artes gráficas e filatelia tiveram, respectivamente, três projetos contemplados.

Já Folclore e capoeira, Carnaval, Artesanato e História tiveram dois cada uma. A área de Acervo e patrimônio histórico e cultural de museus e centros culturais teve uma proposição selecionada.

Entre os contemplados, incluem-se projetos para o desenvolvimento de ações como aulas de música em área de risco social, aulas de dança para mulheres da terceira idade, sessões de cinema com formas inovadoras de exibição, reedição póstuma de livro de autor cachoeirense e inserção de atividades de capoeira na festa de Cachoeiro.

"Os projetos selecionados estão muito bem estruturados e têm grande abrangência social. Estamos muito satisfeitos de a Lei Rubem Braga estar cumprindo a sua missão de fomentar produções culturais e artísticas que tenham impacto no município e também abrir espaço para novos talentos surgirem", comentou Valquíria Rigon Volpato, consultora interna da Semcult.

Os responsáveis pelas propostas selecionadas já estão sendo procurados pela equipe da Semcult para apresentar documentação que comprova regularidade fiscal e o orçamento final do projeto. Além disso, todos os proponentes, incluindo os não contemplados, receberão os pareceres emitidos pelos avaliadores.

"Esse procedimento é muito importante, porque o acesso ao julgamento feito dá mais transparência ao processo e serve como aprendizado para os proponentes. Muita gente tem ideias ótimas, mas não consegue estabelecer de forma clara a maneira como a proposta deverá ser executada na prática", explicou Valquíria.

Inovações

Os procedimentos envolvendo a Lei Rubem Braga passaram por invovações. Um deles diz respeito a um novo decreto regulamentador do Poder Executivo, que proporcionou melhor formatação dos comissões resposáveis por fiscalizar documentos, dirimir questões de ordem normativa e avaliar o mérito cultural dos projetos inscritos no edital. Também foram incluídos mais critérios na prestação de contas dos proponentes, entre outros avanços.

Além disso, pela primeira vez foi lançado um edital específico para a seleção de avaliadores dos projetos, o que contribuiu para elevar o nível das avaliações. Moradores de Cachoeiro não puderam participar, e os oito avaliadores selecionados são de locais diversos do Brasil, tais como Amapá e Santa Catarina, sendo que a grande maioria possui experiência comprovada em editais de âmbito nacional.

Esta também foi a primeira vez que os arquivos dos projetos passaram a ser entregues em formato digital, gravados em CDs, no momento da inscrição. Os avaliadores também receberam os projetos por meio de plataforma digital, dando celeridade ao processo.

"É muito gratificante perceber que todos os procedimentos da Lei Rubem Braga estão fluindo de maneira mais ágil e com maior clareza e transparência, e elevando o número de projetos contemplados em relação à média dos outros anos. O nosso objetivo é fazer um aprimoramento constante", destacou a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

O prefeito Victor Coelho também comemora. "O número de pessoas que se inscreveram é a prova de que Cachoeiro continua sendo berço de artistas, produtores, músicos, dançarinos, historiadores e pessoas que fazem do seu talento uma arte. Parabéns aos que terão a oportunidade de executar os seus projetos e contribuir com a cultura na nossa cidade", afirmou.

Confira a lista completa dos projetos selecionados:

- Música
Banda musical “Jesus de Nazaré” - Moacir Andrade
CD solo “Samir Carim” - Samir Pereira Carim
Primeira Grande Audição Anual da Lyra de Ouro - os próximos cem anos, novembro a novembro - Sociedade Musical Lyra de Ouro

- Dança
Performarte - Isabella Ferreira Dias
Espaços Inventados - Maria Eduarda Rodrigues Guidi
1º Fest Dance Cachoeiro - Marilei Daves de Jesus Puppim

- Teatro, circo e ópera
Montagem de espetáculo: Encontros de um Lugar Pós-Ser - Brenda Caetano Perim
Grupo Anônimos de Teatro - nove anos de arte e vida - Luiz Carlos Cardozo Suzano Junior
A escola vai ao teatro: A Menina que Queria Ser Estrela - uma jornada pelo folclore brasileiro - Marco Antônio Reis da Silva
Cinema, fotografia e vídeo
Cineclube Itinerante Rota dos Parques - Karyna Bahiense Barros
Fésta - Luan Faitanin Volpato
Clipe da música autoral "Retratos de nossa gente" - Patrícia Cunha Ferreira
Gravação do DVD - IV Concerto Tocando Em Frente - Trilhas de Filmes - Programa de Promoção Associação Casa Verde
"Pare, olhe, escute" - mostra de cinema na antiga Estação Ferroviária - Renan Bossois Ribeiro

- Literatura
Grupo Anônimos de Teatro - nove anos de arte e vida - Alessandra Gualberto Biato
Amor em segredo - Fernando Carvalho Gomes
Rapsódia Brasiliana - Gildete Maria Gava
Criação de nova identidade visual e seis números da revista Cachoeiro Cult - José Marcelo Grillo
O homem que matava pardais - Regina Herkenhoff Coelho

- Artes plásticas, artes gráficas e filatelia
Desenhando e socializando - Camilo Nunes Martinusso
Aprendendo com Kinsina - Gabriel Pontes Fonseca Pereira
Font Dingbats Cachoeiro - Matheus Rocha de Souza Ramos

- Folclore e Capoeira
IX Encontro Nacional Mocambos Capoeira - Associação Cultural Mocambos Capoeira
Recompasso - Paulo Henrique Silva Monteiro

- Carnaval
Multiplicando saberes carnavalescos - oficina de máscaras - Ana Cláudia Souza Fonseca Ferreira
Eu quero é botar meu bloco na rua - Jorge Roberto de Morais Junior

- Artesanato
Pintando crônicas - Ana Cristina Vieira Guimarães
Oficinas de marionetes - Ana Cláudia Souza Fonseca Ferreira

- História
História musical de Cachoeiro - Fernando Carvalho Gomes
Centro Operário e de Proteção Mútua - Lia Marin Rezende Guarino
Acervo e patrimônio histórico e cultural de museus e centros culturais
Centro Cultural Popular Mártir São Sebastião - Joana D'Arc de Oliveira