• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idosos ganham indenização após loja negar uso de banheiro de Cariacica

Geral

Idosos ganham indenização após loja negar uso de banheiro de Cariacica

Segundo a decisão do juiz , o casal foi submetido a uma situação vexatória diante de várias pessoas que também faziam compras no local, em Cariacica

Justiça considera vexatória atitude com casal da terceira idade Foto: ​Divulgação

Uma loja de eletrodomésticos, em Cariacica, na Grande Vitória, deverá indenizar um casal de idosos em R$ 10 mil após negar acesso ao banheiro de funcionários aos clientes. Por conta da negativa do estabelecimento, um dos idosos foi submetido a uma situação vexatória diante de várias pessoas que também faziam compras no local.

Segundo a decisão do juiz da 1ª Vara Cível, Órfãos e Sucessões do Fórum do Município, Camilo José D´ávila Couto, o valor indenizatório deve ser pago da seguinte maneira: R$ 5 mil para cada um dos idosos, com correção monetária e acréscimo de juros.

Em maio de 2013, o casal foi até a loja para comprar ventiladores. Depois de alguns minutos da chegada ao estabelecimento, o idoso, que estava acompanhado de sua esposa, perguntou ao funcionário que o estava atendendo se podia usar o banheiro do local, sendo informado que o único sanitário disponível era apenas para uso dos funcionários.

Após perceber o incômodo do homem, outro funcionário da loja permitiu que o banheiro fosse usado, porém, por conta da demora em solucionar o impasse, o idoso não conseguiu segurar a vontade e, antes de chegar ao sanitário do estabelecimento, acabou evacuando nas dependências da loja.

De acordo com os autos, a situação foi muito constrangedora para o idoso e sua esposa, uma vez que, além de serem expostos diante de outras pessoas que estavam no local, ainda tiveram que se dirigir a outros estabelecimentos comerciais para comprarem novas roupas.

O magistrado entendeu que a conduta da loja contribuiu para que o casal fosse exposto ao ridículo, tendo que passar uma situação humilhante diante de outras pessoas. O juiz ainda ressaltou de maneira negativa o fato da empresa não disponibilizar banheiros para uso de clientes, principalmente idosos.