• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após saques, Dadalto reabre em Cachoeiro e funcionários tem grande surpresa

  • COMPARTILHE
Geral

Após saques, Dadalto reabre em Cachoeiro e funcionários tem grande surpresa

Um grupo de evangélicos, que estava no local, recebeu os consumidores com música e oração. O vídeo da abertura da loja viralizou nas redes sociais e tem quase 200 mil visualizações

Os clientes foram recepcionados por funcionários e o grupo 'Somos Um', na última quinta-feira (16), na reabertura da loja em Cachoeiro Foto: ​Reprodução

Na última quinta-feira (16), 10 dias depois dos saques ao comércio na região central de Cachoeiro, a loja Dadalto reabriu as portas aos clientes. A forma como foram recepcionados gerou comoção e o vídeo do momento viralizou nas redes sociais.  

Os ataques foram registrados no último dia 6 e os comerciantes estão tentando voltar à rotina. 

Um grupo de evangélicos do projeto ‘Somos Um’ recepcionou os clientes com música e oração. O vídeo, publicado em uma rede social pelo pastor Ezequiel Leopoldino, já tem quase 200 mil visualizações. “Foi tudo muito natural. Não tínhamos programado a recepção, mas tivemos uma grata surpresa quando as portas foram levantadas”, explica o pastor.

O grupo ‘Somos Um’ é formado por integrantes de todas as igrejas de Cachoeiro. Diariamente, eles se reúnem na Praça Jerônimo Monteiro, das 8h às 9h, para fazer orações pela cidade e pelo Estado, que ainda enfrenta uma crise na segurança pública. Após as orações, o grupo se divide para visitar os comerciantes que tiveram as lojas saqueadas na última semana.

“Após a oração na praça, um funcionário da loja nos convidou para uma oração com portas fechadas. Tomamos um café e nos preparávamos para deixar o local. Quando chegamos ao primeiro piso de loja, observamos pela vitrine um grande número de pessoas. Era a resposta de nossas orações. Pedimos a Deus que esse fosse o melhor dia da loja em Cachoeiro. De forma natural, as portas se abriram, os clientes foram entrando e os recepcionamos com louvor à Deus”, continua Ezequiel.

O pastor registrou o momento, mas não imaginava a proporção que tomaria e a comoção que causaria. “Não havia um preparo, um planejamento para atender todos aqueles clientes. Foi, sem dúvidas, uma resposta da oração da igreja”, completa o pastor.

O grupo está organizando, para o próximo sábado (18), a ‘Caminhada pela Paz’, pelas ruas do centro de Cachoeiro, passando pela Avenida Beira Rio e bairro Guandu com retorno à praça, onde será o evento encerrado com um culto.