• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após quase 4 horas de interdição manifestantes liberam vias na BR-101, na Serra

  • COMPARTILHE
Geral

Após quase 4 horas de interdição manifestantes liberam vias na BR-101, na Serra

A concessionária que administra a via, a Eco101 informou que o trânsito chegou aos 8 km de congestionamento. O protesto começou por volta das 6 horas

Os manifestantes atearam fogo em galhos para impedir a passagem dos veículos Foto: Reprodução/ WhatsApp TV Vitória

Após quase 4 horas de interdição nos dois sentidos da BR-101 na manhã desta quinta-feira (9), próximo ao bairro Chapada Grande, no município da Serra, os moradores liberaram as vias. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as pistas foram liberadas por volta das 10h30. 

Veja como está o trânsito no local!

Os moradores atearam fogo em galhos para impedir a passagem dos veículos. Os motoristas enfrentaram um longo congestionamento desde as 6 horas. A concessionária que administra a via, a Eco101 informou que o trânsito chegou aos 8 km de congestionamento. 

A manifestação

Segundo informações passadas pela PRF, os manifestantes pediram melhorias no abastecimento de água e energia do bairro e solicitaram a presença de um representante da prefeitura do município no local. 

O Folha Vitória entrou em contato com a Prefeitura da Serra que explicou que como as demandas se tratam de água e energia, é de responsabilidade das concessionárias Cesan e EDP, e por isso não pode falar sobre o assunto.

Nota da Cesan

A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), responsável pelo abastecimento de água, informou por meio de nota que na última segunda-feira (6) o carro-pipa que abastecia o bairro teve um problema técnico, mas que foi providenciado mais um caminhão para reforçar o abastecimento, porém no primeiro carregamento a comunidade apreendeu os veículos, que não puderam trabalhar, o que agravou a situação de abastecimento no local. Os carros foram apreendidos durante toda a tarde e liberados só à noite, o que agravou a situação do abastecimento, que só pôde ter continuidade no dia seguinte.

Ainda de acordo com a Cesan, na terça-feira (7), representantes se reuniram com a comunidade de cidade Nova da Serra, na qual foi esclarecido que por conta da crise hídrica que assola o Estado, e que levou o Governo a decretar estado de emergência em diversas localidades, o poço que abastecia o bairro secou.

Durante a reunião, os moradores puderam tirar suas dúvidas e a Companhia reafirmou seu compromisso de atender a comunidade e de buscar uma solução definitiva, e para isso já contratou uma empresa que realizará estudo de alternativas e elaboração de projeto. Enquanto essa solução não se efetiva, a Cesan continuará garantindo o abastecimento de água por meio de carro pipa.

Nesta quinta-feira (9) o abastecimento na região, por meio de carros pipa, será intensificado, visto que as interrupções nas vias que a população está realizando estão prejudicando a entrega de água.

A EDP informou por meio de nota que não houve ocorrência no local informado.