• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mortos em acidente em Cariacica haviam saído após um deles brigar com a esposa

  • COMPARTILHE
Geral

Mortos em acidente em Cariacica haviam saído após um deles brigar com a esposa

Os familiares das vítimas, no entanto, não souberam dizer para onde elas foram e o que fizeram entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado

Ramon, Júnior, Weverton e José Mário estavam no carro que bateu em um ônibus | Foto: Reprodução

Os quatro rapazes mortos em um grave acidente, ocorrido na manhã de sábado (07), na Rodovia José Sette, em Cariacica, teriam saído para se divertir, na noite anterior, após um deles, José Mário Batista, de 32 anos, ter tido uma discussão com a esposa. Os familiares das vítimas, no entanto, não souberam dizer para onde elas foram e o que fizeram entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado.

"Pelo que a esposa dele contou para a gente, eles tiveram uma pequena discussão, mas diz ela que não foi uma coisa grande. Então ela achou que ele ia direto para casa dormir. Mas ela recebeu a notícia desse acidente. Ficou sabendo junto comigo", contou a irmã de José Mário, Jaqueline Batista Machado.

Carro dirigido por José Mário ficou completamente destruído após a batida | Foto: Reprodução

José Mário, que dirigia o veículo de passeio que bateu em um ônibus do Transcol, teria chamado os três amigos para sair, após a discussão com a esposa. O grupo saiu de Nova Esperança, em Cariacica, depois do jogo do Brasil, e passou a noite fora. Por volta das 5h30 de sábado, o grupo seguia pela José Sette, quando, em uma curva, o carro onde eles estavam atravessou a pista e bateu de frente com o coletivo.

O veículo se partiu ao meio e ficou preso embaixo do ônibus. Os quatro ocupantes morreram na hora. Já no coletivo estavam apenas o motorista e o cobrador, que não se feriram.

Vítimas foram enterradas neste domingo em Cariacica Sede | Foto: TV Vitória

Além de José Mário, estavam no carro os irmãos Ramon Silva Santos, de 21 anos, e Romilton Dias Santos Júnior, de 22, além de Weverton Gomes Alves Narciso, de 18 anos. Segundo familiares, os quatro se conheciam desde a infância e cresceram no mesmo bairro. Os corpos das vítimas foram sepultados neste domingo, no cemitério São João Batista, em Cariacica Sede.

José Mário era casado e pai de três filhos. Segundo a irmã, comprar um carro foi a realização de um sonho. Jaqueline conta que o irmão não deixava outras pessoas dirigirem o veículo e que ele era um motorista prudente no trânsito. "Ele era muito experiente, tinha muita cautela para dirigir. Não sei como aconteceu isso", lamentou.

Caçula do grupo, Weverton tinha acabado de fazer um curso de cabeleireiro. Durante o enterro, nenhum familiar dele quis falar com a equipe da TV Vitória/Record TV. No dia do acidente, a mãe dele foi ao local e se desesperou ao ver que o filho era uma das vitimas.

Leia Também:

- Bombeiros confirmam número de mortes em acidente com ônibus do Transcol em Cariacica

- Local de acidente em Cariacica é conhecido como 'Curva da Morte'

- Identificadas as quatro vítimas do acidente em Cariacica. Dois eram irmãos

Já os irmãos Ramon e Júnior moravam juntos. Familiares contaram que o mais novo voltou para a casa da família depois de perder a esposa e o filho, por complicações no parto. Ainda segundo a família, os dois não costumavam sair juntos, porque Júnior era mais caseiro.

Jaqueline conta que Ramon e José Mário eram muito amigos. "Ficava todo mundo junto, todo mundo unido. A gente era muito apegado um ao outro. Pelo José Mário ser meu irmão e o Ramon por ser nosso amigo. Agora fica só a saudade. Ele era meu único irmão. Não tenho mais nenhum, só minhas irmãs mesmo. Somos em cinco mulheres e só ele de homem. Então foi permissão de Deus, é onde a gente tem que aceitar. Mas era um bom pai, um bom irmão, um bom marido. Não tenho nada que me queixar dele", contou.