• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após passeata, rodoviários em greve chegam ao Palácio Anchieta para reunião com Governo

Geral

Após passeata, rodoviários em greve chegam ao Palácio Anchieta para reunião com Governo

Os rodoviários, que iniciaram uma paralisação de ônibus na madrugada desta terça-feira (30), saíram em passeata das proximidades do antigo Terminal Dom Bosco, em Vitória

Passeata tomou as ruas do Centro de Vitória Foto: Reprodução

Os motoristas e cobradores de ônibus da Grande Vitória chegaram ao Palácio Anchieta por volta das 10h desta terça-feira (30), para uma reunião com o governador Renato Casagrande e com uma comissão da Secretaria de Segurança Pública.

Os rodoviários, que iniciaram uma paralisação de ônibus na madrugada desta terça-feira (30), saíram em passeata das proximidades do antigo Terminal Dom Bosco, em Vitória, e interditaram temporariamente avenidas da Capital.

Reunião para discutir segurança

O governador Renato Casagrande e representantes da Secretaria de Segurança Pública se reúnem na manhã desta terça-feira (30) com os rodoviários e tentam discutir medidas que podem pôr fim à paralisação de ônibus na Grande Vitória. Um grupo de rodoviários se concentrou desde o início da manhã na Praça do Papa, de onde seguiu até o Palácio Anchieta.

Desde o início da manhã, 100% da frota que atende o transporte coletivo na região metropolitana de Vitória não saíram das garagens. Os passageiros foram pegos de surpresa e muitos pontos de ônibus ficaram lotados.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública garantiu que a segurança para motoristas, cobradores e passageiros dos ônibus na Grande Vitória já foi reforçada. De acordo com o subsecretário de segurança pública, Guilherme Pacífico, o diálogo com o Sindirodoviários já está acontecendo. "Eu falei com o presidente em exercício do Sindicato dos Rodoviários e coloquei a segurança pública à disposição para o diálogo, para que juntos possamos reforçar a segurança e atender as demandas da categoria. Desde às seis horas da manhã, o comandante geral da PM, Coronel Edimilson está conosco, estamos fazendo o contato com a categoria. Buscamos um diálogo para que a gente possa dar uma melhor solução ao problema, proteção aos usuários e profissionais que trabalham no transporte coletivo. É importante destacar que, recentemente, com aqueles ataques de organizações criminosas que colocaram fogo em ônibus, teve uma ação enérgica e imediata da segurança pública. Criminosos ligados a essas organizações foram presos", disse.

Ainda de acordo com o subsecretário, a população deve tomar cuidado com assaltos na manhã desta terça-feira (30), já que os pontos estão lotados por conta da paralisação dos ônibus. "A população fora dos terminais, nos pontos, que está se deslocando a pé, acaba facilitando a ação de criminosos. Pedimos que liguem para o Disque-Denúncia 181, que façam o registro de ocorrência, que entre em contato com a polícia. A polícia está toda madrugada na rua, diariamente nas áreas da região metropolitana. A nossa maior prioridade é a redução da violência", disse.