• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Depois de três meses internada, mulher morre após ter o corpo queimado; marido é suspeito

  • COMPARTILHE
Polícia

Depois de três meses internada, mulher morre após ter o corpo queimado; marido é suspeito

De acordo com a Polícia Civil, no dia do ataque, a vítima disse para a assistência social do hospital que havia sido vítima de um acidente doméstico. Ela pediu a família para não denunciar o marido

Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

Após ficar quase três meses internada, com queimaduras em 46% do corpo, Edna Cristina Ribeiro Rangel, de 36 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (10) em um hospital na Serra. Segundo a família, o marido da vítima, com quem era casada há oito anos, e tinha um filho de um ano, é o responsável pelo crime. 

O caso aconteceu no dia 15 de novembro, no bairro Carapina Grande, mas somente nesta sexta-feira a família informou o possível crime à polícia.  

De acordo com a Polícia Civil, no dia do ataque, a vítima disse para a assistência social do hospital que havia sido vítima de um acidente doméstico. 

O crime 

Segundo testemunhas, no dia do crime, o suspeito havia bebido e ateou fogo na esposa após se incomodar com uma moto estacionada em frente à residência  do casal. Além de Edna, um irmão da vítima também sofreu queimaduras. 

Até o momento, a família não havia registrado um Boletim de Ocorrência a pedido da própria vítima.  A Polícia Civil informa que o caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). Ale´m disso, ressalta que outras informações não serão repassadas, no momento, para não atrapalhar as investigações.