• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Agente penitenciário e policial militar trocam tiros durante briga de trânsito em Vila Velha

Polícia

Agente penitenciário e policial militar trocam tiros durante briga de trânsito em Vila Velha

Durante a discussão, os dois, que estavam armados, acabaram trocando tiros e ambos ficaram feridos

Foto: Reprodução

Um policial militar e um agente penitenciário acabaram discutindo durante uma briga de trânsito e ambos foram  baleados com um tiro na região da barriga. A confusão aconteceu por volta das 19 horas de domingo (14), no bairro Vale Encantado, em Vila Velha.

De acordo com testemunhas, dois policiais voltavam de uma comemoração de aniversário quando o carro de um deles foi atingido por uma motocicleta. Ao descer do veículo para conversar com o motociclista, o agente penitenciário surgiu no local do acidente e iniciou uma discussão com um dos militares. 

No hospital, o policial Juliano de Araújo de 34 anos, contou que voltava de uma festa de aniversário da namorada do amigo quando percebeu a discussão. Por isso ele teria decidido descer do carro para tentar apartar a briga. Foi quando o agente chegou e, sem se identificar, se meteu na confusão. 

Durante a discussão, os dois, que estavam armados, acabaram trocando tiros e ambos ficaram feridos. O policial levou um tiro de raspão e o agente um tiro mais profundo. Já o motociclista, que segundo o policial estaria com sinais de embriaguez, aproveitou a confusão para fugir do local.

 Uma ambulância do Samu foi acionada e ambos foram levados para hospitais da região. O agente, que foi identificado apenas como Ilcimar, foi levado para o Hospital Bezerra de Farias em Vila Velha. O policial Juliano Araújo foi levado para um hospital particular no mesmo município.

O policial foi atingido de raspão na barriga e não precisou passar por cirurgia. Após receber atendimento médico, o militar prestou depoimento na Delegacia Regional de Vila Velha e foi liberado. Já o agente penitenciário, continua internado em observação e deve passar por procedimento cirúrgico. O ferimento dele foi mais profundo e, por isso, exige cuidados médicos. Segundo testemunhas ele não tem previsão de alta, mas não corre risco de vida.

A Polícia Civil informou que o caso segue sendo investigado. Mas que até o momento, o agente e policial não foram detidos.

* Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória / Record TV.