• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idosa de 84 anos é agredida por causa de TV, tem costelas quebradas e pulmão perfurado e morre em Cariacica

Polícia

Idosa de 84 anos é agredida por causa de TV, tem costelas quebradas e pulmão perfurado e morre em Cariacica

Jorgina estava varrendo e arrumando as plantas do quintal de casa por volta das 6 horas quando foi surpreendida por um criminoso que entrou na residência para roubar uma TV

A idosa de 84 anos foi velada na igreja católica do bairro Santa Cecília, em Cariacica Foto: Bruno Micelli/TV Vitória

Familiares da aposentada de 84 anos Jorgina Vaz Guimarães se despediram da senhora que foi covardemente espancada durante um assalto no último domingo (3), no bairro Santa Cecília, em Cariacica. A idosa ficou internada por uma semana, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste domingo (10).

Segundo familiares, Jorgina estava varrendo e arrumando as plantas do quintal de casa por volta das 6 horas, como rotineiramente, quando foi surpreendida por um criminoso que entrou na residência para roubar uma televisão.

A idosa, que morava sozinha, foi, então, espancada pelo criminoso que conseguiu fugir com a televisão. Jorgina chegou a gritar por socorro. Uma vizinha chamou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A idosa foi, então, levada para o Hospital das Clínicas, em Vitória, e em seguida transferida para o Hospital Dório Silva, na Serra, porque foi constatado que a vítima estava com quatro costelas fraturadas e o pulmão perfurado.

Para o jornal online Folha Vitória, a sobrinha da idosa, Sandra Vasque Guimarães, diz que acredita que o criminoso seja preso, mas que não fique muito tempo na cadeia. “A violência está cada dia maior e eu acho que a tendência é piorar. Os policiais prendem o bandido para no outro dia a Justiça soltar. Não adianta nada”, desabafou.

Ainda segundo familiares, a médica informou que a situação de Jorgina era crítica e que a idosa poderia não resistir. O óbito foi confirmado na madrugada deste domingo (10).

As últimas informações passadas por investigadores da Polícia Civil para a família dão conta de que câmeras de videomonitoramento podem ajudar a prender o criminoso que ainda não teria sido identificado.

O corpo da idosa foi velado na igreja católica do bairro Santa Cecília, em Cariacica.