• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Motorista que atropelou e matou jovem em Cachoeiro será ouvido nesta semana

Polícia

Motorista que atropelou e matou jovem em Cachoeiro será ouvido nesta semana

Sem condições de prestar depoimento à polícia, por estar visivelmente embriagado, o condutor, que foi autuado em flagrante, está no Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro

Juliana Vasconcelos Cypriano morreu após ser atingida por um veículo na Rodovia ES 482, na altura do bairro BNH, em Cachoeiro Foto: ​Reprodução

O condutor que atropelou três pessoas e matou uma jovem no bairro BNH, Cachoeiro, na madrugada do último domingo (11), prestará depoimento à Polícia Civil nesta semana. Ao ser preso pelos crimes, Paulo Sérgio Lopes Barroso, de 44 anos, não teve condições de dar declarações à polícia pelo estado visível de embriaguez.

De acordo com o titular da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo), Felipe Vivas, a data do depoimento ainda não foi agendada. Paulo Sérgio foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) do município,  depois de ter sido autuado em flagrante por homicídio culposo no trânsito, lesão corporal culposa no trânsito e por embriaguez ao volante.

“Temos 10 dias para concluir o inquérito e ainda nesta semana vamos ouvi-lo. Não cabe mais à Polícia Civil estipular pagamento de fiança, e sim à Justiça. Ainda nesta semana, também vamos ouvir as vítimas e procurar por testemunhas, que eventualmente, presenciaram o acidente”, explica o delegado.

Se condenado pela Justiça pelos crimes cometidos, Paulo Sérgio pode pegar até 10 anos de prisão. 

Acidente

Paulo Sérgio conduzia um Fiat Siena, de cor cinza, quando atingiu duas motos. Três pessoas ficaram feridas e a jovem Juliana Vasconcelos Cypriano, de 25 anos, morreu. O acidente ocorreu por volta das 5h, na Rodovia ES 482, na altura do bairro BNH, em Cachoeiro.

Segundo informações da Polícia Militar, Juliana estava de carona na moto Yamaha Fazer 150, de cor laranja, que foi arremessada por aproximadamente 20 metros. Os três jovens e a estudante chegaram a ser socorridos para a Santa Casa de Cachoeiro, mas Juliana não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada na unidade.

O grupo de amigos voltava de uma festa e seguia para casa. Dos três jovens envolvidos no acidente, apenas um recebeu alta hospital. Um casal permanece internado na Santa Casa de Cachoeiro.