• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Pescaria proibida e proprietários de peixarias detidos na Grande Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Pescaria proibida e proprietários de peixarias detidos na Grande Vitória

Dois pescadores foram detidos e os produtos - sururu, caranguejo e lagosta - doados para entidades filantrópicas cadastradas junto ao BPMA

58kg de susuru foram recolhidos em peixarias da Grande Vitória Foto: ​Divulgação BPMA

Em fiscalização rotineira e peixaria da Grande Vitória, policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreenderam 58kg de sururu, 6kg de caranguejo que se encontravam desfiado e 8kg de lagosta abaixo do tamanho permitido, que estavam sendo comercializados em peixarias localizadas nos municípios de Vitória e Vila Velha, na tarde desta sexta-feira (03).

As espécies de caranguejo-uçá e sururu encontram-se em período de defeso, estando sua pesca e comércio proibidos. A lagosta foi apreendida por ser proibida a pesca com tamanho abaixo do permitido.

Os pescados apreendidos encontravam-se expostos para o comércio e estocados no interior de câmaras frias das peixarias.

Os proprietários das peixarias foram detidos e conduzidos aos DPJ de Vitória e Vila Velha juntamente com os pescados apreendidos, os quais foram autuados em flagrante. Os pescados apreendidos serão doados a instituições filantrópicas cadastradas junto ao BPMA.

Lagostas fora dos padrões para captura foram confiscadas Foto: ​Divulgação BPMA

Segundo o tenente Dilson Ravani, da Polícia Ambiental, “apesar das proibições, muitos pescadores e comerciantes continuam praticando atividade de pesca e comércio, que na época do defeso é ilegal, pois, interfere no equilíbrio biológico impedindo a perpetuação das espécies, gerando por consequência, diminuição da população de peixes”, concluiu.