• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Suspeito de assalto é baleado durante troca de tiros com a polícia no Centro de Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Suspeito de assalto é baleado durante troca de tiros com a polícia no Centro de Vitória

A ação ocorreu após a polícia ser acionada para impedir o suspeito de roubar uma pessoa, que havia marcado de entregar um celular para o criminoso

Foto: TV Vitória
Suspeito foi baleado próximo a uma escadaria no bairro Moscoso, em Vitória, nesta terça-feira

Um suspeito de assalto foi baleado durante uma troca de tiros com a polícia, nesta terça-feira (06), no bairro Moscoso, no Centro de Vitória. A ação ocorreu após a Polícia Civil ser acionada para impedir o suspeito, identificado como Sávio Ricardo Falcão dos Santos, de 22 anos, de roubar uma pessoa, que marcou de entregar um celular que ela havia vendido para o criminoso.

A troca de tiros ocorreu na rua Loren Reno, bem próximo à escadaria Victor Dias Lourenço, local onde foi marcado o encontro. A pessoa que iria vender o telefone desconfiou da ação e acionou a polícia, que foi ao local com agentes do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc).

Uma testemunha que mora na região há cerca de dois anos conta que viu o momento da abordagem policial e a troca de tiros. "Os criminosos parece que mandaram um 'zap' para o pessoal trazer a encomenda e marcaram o ponto de encontro aqui na subida da escada. E o elemento, ao descer a escada, se deparou com alguns policiais a paisana. Foi quando ele se sentiu um pouco acuado e percebeu que estava já sendo coagido pelos policiais", contou a testemunha.

De acordo com o Nuroc, foi dada voz de prisão a Sávio, mas ele não obedeceu e atirou em direção aos policiais. O suspeito tentou escapar pela escadaria, quando foi baleado e depois socorrido pelos policiais. De acordo com a polícia, ele foi socorrido para um hospital de Vitória.

"O elemento parou no pé da escada e o policial civil, parado na ponta da escada com a arma em punho, falou para ele: 'para, para, polícia. Solta a arma'. Ele não quis largar a arma e ainda continuou fazendo disparos. Foi quando o policial alvejou ele, que ainda conseguiu subir e caiu na rua de cima", contou o morador.