• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Famílias se despedem de casal encontrado morto em Guarapari e pedem justiça

Polícia

Famílias se despedem de casal encontrado morto em Guarapari e pedem justiça

Os familiares e amigos de Lorrayne Santiago Vieira, de 16 anos, e Fábio dos Santos Kil, de 20 anos, que foram encontrados mortos na manhã da última segunda-feira (14) em Guarapari, prestaram as últimas homenagens ao casal nesta terça-feira (15).

No velório de Lorrayne, a mãe, Maria Aparecida Santiago, se emocionou muito. Ela conta que a filha caçula frequentava academia de ginástica para driblar o pouco peso que a acompanhava desde que nasceu. A adolescente sonhava ser nutricionista e era o xodó da família. ”Meu coração está fechado, muito doído mesmo. Ela era uma menina sossegada, tranquila, não gostava de rua. Era estudiosa e todo mundo gostava dela na escola”, disse.

Para a amiga de infância de Lorrayne, Manoela Peres, o crime não tem explicação. “Eu fiquei sem entender, uma coisa que não dá para explicar. À noite, eu não consegui dormir porque só vinham as lembranças dela”, conta.

Fábio dos Santos Kil era o mais velho dos dois filhos de Maria de Lourdes dos Santos. A mãe conta que o carinho e a atenção dedicados ao irmão mais novo eram marcantes no jovem, que queria estudar teologia e se tornar pastor evangélico. “Meu coração está despedaçado. Ele era um pedaço de mim que tiraram, não sei porque fizeram isso. O sonho dele era ser um pastor. Duas vezes na semana ele fazia testes para aprender a pregar na igreja”, relata.

Para o tio de Fábio, Ricardo Miguel, a tragédia interrompe os sonhos do casal. Ele pede que a justiça seja feita. “A família está arrasada e está esperando justiça para ver se colocam a pessoa que fez isso na cadeia. Temos que esperar as investigações”, afirma.

Delegado não descarta hipótese de crime passional

Nesta terça-feira (15), o delegado Alexandre Lincoln, da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Guarapari, que investiga a morte do casal Lorrayne Santiago Vieira, de 16 anos, e Fábio Kil, de 20 anos, disse que mantém a hipótese de crime passional, e não descarta a possibilidade de ouvir o ex-namorado da jovem novamente. 

Ainda na segunda-feira (14), o delegado ouviu o ex-namorado de Lorrayne, Valbert Ramos Pires, de 20 anos, apontado como suspeito do crime. Eles estavam separados há oito meses e, segundo familiares e amigos, não aceitava o fim do relacionamento. Em depoimento que durou mais de uma hora, o rapaz negou qualquer participação no crime e ameaças à estudante, e foi liberado pela polícia.

A princípio, a hipótese de latrocínio, isto é, roubo seguido de morte, foi descartada já que nenhum dos pertences das vítimas foi levado. Segundo o delegado, o crime teria sido praticado por, pelo menos, duas pessoas.

Entenda o caso

Os jovens foram encontrados mortos, na manhã da última segunda-feira (14), no local conhecido como Três Praias, em Guarapari, na Grande Vitória. Segundo familiares, os dois teriam saído de casa para lanchar na noite de domingo (13), e não voltaram mais.

A moto de Fábio foi encontrada próxima à praia, e o corpo do rapaz estava na areia. O corpo de Lorrayne estava boiando na água.