• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lula se reúne com vice-presidente do PSB

  • COMPARTILHE
Política

Lula se reúne com vice-presidente do PSB

Brasília - De passagem por Brasília, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem buscado ampliar a aproximação não apenas com integrantes da base aliada. No radar do petista, também entrou representantes do PSB, partido que deixou o núcleo do governo no ano passado, na disputa pela presidência da República.

Em Brasília desde essa quarta-feira, 25, Lula se reuniu com o vice-presidente do PSB, o senador Fernando Bezerra (PE), no hotel em que está hospedado. O encontro ocorreu horas antes de o petista participar de jantar com integrantes da bancada do Senado do PT. Na manhã desta quinta-feira, 26, a rodada de conversas ocorreu com senadores do PMDB.

Na conversa com Fernando Bezerra, o ex-presidente considerou que é preciso que o governo explique de uma forma mais clara à sociedade a necessidade dos ajustes fiscais encaminhados pela equipe econômica para votação dos congressistas. Entre outras medidas, as propostas do governo endurecem o acesso a benefícios sociais como seguro desemprego, abono salarial e pensão por morte.

"O Lula disse que é preciso explicar melhor sobre os motivos do ajuste. A vida não se encerra com eles, que é preciso falar de futuro", contou Bezerra ao Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado.

No bate papo, o senador também apresentou um quadro pouco amistoso no Congresso ao governo Dilma. "Chamei a atenção de que o quadro político é de muita preocupação dentro do Congresso com contorno na questão política. É preciso conversar mais, dar uma desanuviada no clima tencionado desde a disputa da Mesa Diretora do Senado", afirmou.

Segundo ele, apesar de defender a ampliação do diálogo e da aproximação com o presidente Lula, não houve discussão sobre a possibilidade de o PSB retornar à base aliada. "Vamos permanecer na situação de independência ao governo. Mas disse a ele que o partido vai apoiar as propostas ", afirmou Bezerra.

PAC 3

Ainda em café da manhã de cerca de duas horas e meia com a bancada de senadores do PMDB, Lula disse que está otimista com uma virada na economia do País. De acordo com o líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE), Lula chegou a dizer que é hora de se pensar no PAC 3, como forma de dar impulso à retomada do crescimento econômico. De acordo com Eunício, Lula falou da importância do PMDB e disse que o partido é parceiro preferencial do governo. Lula disse ainda que é preciso mudar a correlação de forças na coalizão governista, com maior participação do PMDB.