• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Presidência da Câmara nega haver decisão sobre galerias abertas em votação

Política

Presidência da Câmara nega haver decisão sobre galerias abertas em votação

Líderes de oposição tinham anunciado, em entrevista coletiva, que Maia tinha se comprometido a liberar parte das galerias

A assessoria de imprensa da Presidência da Câmara negou, nesta terça-feira, 24, que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tenha decidido liberar as galerias do plenário para militantes acompanharem a votação da denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

Pouco antes do fechamento deste texto, líderes da oposição tinham anunciado, em entrevista coletiva, que Maia tinha se comprometido a liberar parte das galerias do plenário para que manifestantes favoráveis à saída de Temer acompanhassem a votação.

Segundo o líder do PSB, Julio Delgado (MG), a galeria seria dividida em três espaços: um para imprensa, um para militantes contra Temer e outra para militância favorável ao presidente. Na votação da primeira denúncia, as galerias estavam fechadas.

A Presidência da Câmara, o Departamento de Polícia Legislativa (Depol) informou que, por enquanto, as galerias serão abertas apenas para jornalistas.